Topo

Esporte

Portugal convive com ansiedade antes de decisão na fase de grupos

23/06/2018 14h57

FUT-COPA-PORTUGAL-ANSIEDADE:Portugal convive com ansiedade antes de decisão na fase de grupos

KRATOVO, Rússia (Reuters) - O zagueiro Rúben Dias acredita que existe ansiedade no centro de treinamento de Portugal na Copa do Mundo, uma vez que a seleção de seu país busca corresponder às expectativas que existem sobre o atual campeão europeu.

Portugal teve dificuldades nos dois primeiros jogos de Copa do Mundo, mas conseguiu quatro pontos, graças ao brilho de Cristiano Ronaldo, autor de quatro gols, três no empate em 3 x 3 contra a rival ibérica Espanha e um na difícil vitória por 1 x 0 sobre Marrocos.

Contra a Espanha, Portugal teve apenas 39 por cento de posse de bola, e ainda assim conseguiu o empate graças aos três gols de Ronaldo. Já contra Marrocos, a equipe marcou cedo e depois resistiu à pressão rival para manter a vitória.

Com isso, Portugal agora precisa de apenas um ponto na partida de segunda-feira contra o Irã, que é comandado pelo ex-treinador da seleção portuguesa Carlos Queiroz, e assim assegurar a vaga nas oitavas de final.

Dias afirmou que há nervosismo antes da partida final da fase de grupos, uma vez que Portugal ainda não atingiu a sua capacidade máxima na Rússia.

"A ansiedade existe porque é Copa do Mundo, porque somos os atuais campeões da Europa e porque queremos nos classificar e ir o mais longe possível", disse Dias em entrevista coletiva na base de treinamentos da seleção portuguesa. 

"Mas tudo é relativo. Nós temos jogadores realmente bons e temos todos o mesmo objetivo. Às vezes as coisas não funcionam do jeito que planejamos... mas isso é Copa do Mundo."

O desempenho "econômico" de Portugal guarda semelhanças com a Euro 2016, quando a equipe foi campeã depois de passar apuros e não ter vencido nenhuma partida na fase de grupos, e depois triunfando em todas as partidas da fase eliminatória sempre com menos posse de bola que o adversário.

Dias, no entanto, disse que Portugal ainda está aquecendo os motores e lembrou que o desempenho da equipe deve melhorar ao longo da competição na Rússia.

"Às vezes as coisas não funcionam bem no começo e você começa a melhorar durante a competição e a ganhar confiança", acrescentou o zagueiro do Benfica. "Isso é natural... você começa a ganhar confiança naturalmente."

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte