Topo

Esporte

Após atuação de "bad boy" em 2014, Suárez caminha para redenção na Rússia

25/06/2018 16h03

FUT-COPA-URUGUAI-SUAREZ:Após atuação de "bad boy" em 2014, Suárez caminha para redenção na Rússia

Por Jack Tarrant

SAMARA, Rússia (Reuters) - Na Copa do Mundo de 2014 no Brasil, ele foi mandado para casa envergonhado por morder um adversário. Quatro anos antes, uma mão na bola deliberada na área impediu Gana de chegar à semifinal na África do Sul.

Mas o "bad boy" uruguaio Luis Suárez chegou à Rússia mais maduro e levou sua equipe a um excelente começo no Mundial de 2018.

A falta cobrada com um chute esperto pelo atacante do Barcelona ajudou o Uruguai a vencer os anfitriões russos por 3 x 0 nesta segunda-feira e chegar ao topo do Grupo A com três vitórias consecutivas.

Esse foi o segundo gol de Suárez na Rússia e o sétimo em Copas do Mundo, deixando-o apenas um gol atrás do maior goleador uruguaio da história, Oscar Miguez.

"Eu estou feliz... recordes estão aí para serem quebrados", disse o melhor em campo, ressaltando que também era a primeira vez que o Uruguai vencia três partidas consecutivas em uma Copa do Mundo.

"É obviamente o que queríamos. Nós queríamos continuar crescendo ao longo da Copa do Mundo e após vencer duas partidas por 1 x 0, nós queríamos fazer melhor hoje", disse Suárez, de 31 anos.

Poderia ter sido diferente quatro anos atrás, quando Suárez, conhecido por seu temperamento explosivo, foi expulso por inexplicavelmente afundar os dentes no ombro do defensor italiano Giorgio Chiellini durante uma partida na fase de grupos.

Foi a terceira vez que ele mordeu um adversário em uma partida durante sua tempestuosa carreira e resultou em uma suspensão de nove partidas com a camisa uruguaia e uma suspensão de quatro meses do futebol.

Isso só aumentou a sua notoriedade, que começou a aparecer em 2010, quando ele colocou a mão na bola e evitou que Gana se tornasse o primeiro time africano em uma semifinal de Copa do Mundo.

(Reportagem adicional de Andrew Cawthorne)

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte