Topo

Esporte

Técnico francês considera classificação "missão cumprida", mas time irá decolar?

26/06/2018 15h12

FUT-COPA-DESCHAMPS-MISSAO:Técnico francês considera classificação "missão cumprida", mas time irá decolar?

Por Alastair Macdonald

MOSCOU (Reuters) - As vaias de 80 mil torcedores no estádio Luzhniki não perturbaram o técnico da França, Didier Deschamps, para quem o empate de 0 x 0 com a Dinamarca representou "missão cumprida", nesta terça-feira, quando a equipe terminou em primeiro lugar no Grupo C da Copa do Mundo, à frente dos dinamarqueses.

A equipe francesa se prepara agora para enfrentar o segundo colocado do Grupo D --Nigéria, Argentina, Islândia e a líder Croácia jogam nesta terça-- e Deschamps rejeitou críticas ao time, que ainda não decolou no Mundial.

"Nosso objetivo era liderar o grupo e conseguimos isso", disse ele. "Fizemos mais do que eles. Eles pareciam felizes com um ponto", acrescentou, a respeito dos dinamarqueses, cujo técnico, Age Hareide, havia irritado Deschamps ao chamar a equipe francesa de "nada de especial".

Se alguém foi culpado pela falta de espetáculo, segundo Deschamps, foi a Dinamarca, que parou de tentar avançar para garantir o empate - mesmo que a vitória do Peru por 2 x 0 sobre a Austrália, terceira colocada, tenha tornado esse ponto desnecessário.

Embora a França tenha criado meia dúzia de chances no início do jogo, ele acrescentou, também estava muito ansiosa para não correr o risco de tomar um gol dinamarquês.

Fazer seis mudanças em seu time titular --incluindo a escalação do goleiro reserva de 33 anos Steve Mandanda-- também prejudicou a coesão da equipe, reconheceu Deschamps. Mas ele queria poupar jogadores, já que três estão pendurados.

Hareide, por outro lado, parece ter revisado sua opinião, apesar das vaias, assobios e lentas palmas no estádio principal da capital russa, perto do apito final.

"Você irá longe", afirmou ele a um jornalista francês. A França, disse Hareide, está definitivamente entre os candidatos a conquistar a Copa do Mundo.

Ao saber do mais recente comentário do norueguês, Deschamps reagiu friamente: "Ah, ele mudou de ideia, não é?"

Quanto àqueles que ainda não se impressionaram com a forma francesa, Deschamps insistiu que o trabalho foi feito. "Fizemos o que precisamos", disse ele. "Há toda uma nova competição começando agora."

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte