Topo

Esporte


Mourinho diz que Sanchez sofreu lesão grave e pode não jogar mais no ano

Laurence Griffiths/Getty Images
Imagem: Laurence Griffiths/Getty Images

em Manchester (Inglaterra)

30/11/2018 15h27

Alexis Sánchez, do Manchester United, pode não voltar a jogar neste ano. Segundo o técnico do time inglês, José Mourinho, o atacante passará por um prolongado período de recuperação após sofrer uma grave lesão na coxa durante um treino.

O chileno, que não atuou na vitória de terça-feira sobre o Young Boys na Liga dos Campeões, ainda não passou por exame de imagem para diagnosticar a gravidade da contusão, mas Mourinho descreveu o problema como uma "agressiva lesão muscular" que levou o jogador de 29 anos às lágrimas.

"Não passou pelo exame ainda, mas o jogador é experiente e sabe qual é a lesão", disse o técnico português em entrevista coletiva antes da viagem da equipe para enfrentar o Southampton, no sábado, pelo Campeonato Inglês.

Sánchez vinha entrando como reserva nas últimas partidas do United na liga inglesa, mas jogou como titular quando a equipe derrotou a Juventus na Liga dos Campeões, em 7 de novembro.

No Campeonato Inglês, os Diabos Vermelhos passam por dificuldades. Antes da partida contra o Southampton, o clube ocupa apenas o sétimo lugar, com 21 pontos conquistados em 13 jogos.

A mídia britânica também noticiou, na quinta-feira, que o United usou a opção de renovar o contrato de David De Gea por mais um ano enquanto conversa sobre um acordo de longo prazo.

O vínculo do goleiro da seleção espanhola terminaria no final da temporada, o que lhe permitiria assinar um pré-acordo com um time do exterior a partir de 1º de janeiro.

José Mourinho qualificou De Gea, de 28 anos, como o melhor goleiro do mundo. Depois de o United se classificar para as oitavas da Liga dos Campeões, com defesa importante do espanhol, o técnico afirmou que o atleta quer continuar em Old Trafford.

"Sei que ele quer ficar, sei que seu agente está contente de fazer o que o jogador quer, e também sei que a diretoria quer que ele fique e está trabalhando nisso, então com sorte, mais cedo ou mais tarde, eles chegarão a uma conclusão", disse Mourinho.

Mais Esporte