Topo

Esporte

Tribunal rejeita apelação do Boca para suspender final da Libertadores

08/12/2018 12h34

Por Andrew Downie

BUENOS AIRES (Reuters) - A tentativa de última hora do Boca Juniors de suspender a final, de domingo, da Copa Libertadores contra o River Plate foi rejeitada pelo Tribunal de Arbitragem do Esporte (CAS, na sigla em inglês) neste sábado, abrindo caminho para a partida decisiva em Madri.

O Boca entrou com um recurso na mais alta instância do esporte na sexta-feira, depois que a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) rejeitou a alegação de que o River Plate deveria ser desclassificado do equivalente da Liga dos Campeões da Europa.

"O Tribunal Arbitral do Esporte (CAS) indeferiu um pedido urgente de medidas provisórias apresentado ontem pelo CA Boca Juniors, no qual tentou suspender a segunda partida da final da Copa Libertadores", disse o CAS em um comunicado.

A organização disse que, no entanto, que ouvirá os méritos do recurso do Boca em uma data posterior não revelada.

Boca e River empataram em 2 a 2 na primeira rodada da final, em 11 de novembro, mas a segunda etapa no estádio River's Monumental foi adiada depois que os jogadores do Boca foram feridos quando o técnico foi atacado por torcedores do River.

A segunda etapa está programada para o estádio Santiago Bernabéu, no Real Madrid, no domingo.

Mais Esporte