Topo

Esporte


Simeone se compromete a ficar no Atlético de Madri apesar do êxodo de jogadores

2019-05-22T12:28:38

22/05/2019 12h28

Por Joseph Cassinelli

MADRI (Reuters) - O técnico do Atlético de Madri, Diego Simeone, se comprometeu a permanecer no time espanhol, apesar do provável êxodo de jogadores.

O argentino disse que supervisionará a renovação do elenco e que tentará reerguer os campeões espanhóis de 2014, que perderam o título da temporada passada para o Barcelona.

"Gosto do meu emprego, sinto-me muito identificado e comprometido com o clube. Sei que a cada ano fica mais difícil, e isso nos faz ver nosso verdadeiro eu e desperta entusiasmo", disse ele em uma coletiva de imprensa depois de um amistoso com o Beitar, de Jerusalém.

"Na próxima temporada traremos jogadores com muito entusiasmo e que, espero, se adaptarão à responsabilidade de estar no Atlético. Precisaremos de uma nova defesa com muitas peças novas", acrescentou ele após a derrota de 2 x 1 no Estádio Teddy, de Jerusalém.

O elenco enfrenta uma grande reformulação, o que inclui a saída dos quatro principais defensores --Juanfran, Diego Gódin e Filipe Luis deixarão o time após o final de seus contratos e Lucas Hernández foi negociado com o Bayern de Munique por 80 milhões de euros.

Antoine Griezmann, atacante da França e verdadeiro talismã do time, também anunciou na semana passada que está de partida, e o Barcelona é seu destino mais provável.

A mídia britânica tem especulado muito sobre a ida do meio-campista Rodrigo para o campeão inglês Manchester City, e também correm rumores sobre o futuro de Diego Costa.

"A partida de Griezmann significa muito, não somente por seu talento, mas também significa que perderemos muitos gols, o que será duro e difícil de substituir. Temos o meio-campo arrumado, e o resto dependerá de trabalho, trabalho e mais trabalho".

Em fevereiro, Simeone renovou o contrato até 2022.

Mais Esporte