UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

25/07/2007 - 17h07

AMA pede que ciclistas pegos por doping sejam expulsos do esporte

Paris, 25 jul (EFE).- O canadense Richard Pound, presidente da Agência Mundial Antidoping (AMA), pediu à União Ciclista Internacional (UCI) que adote medidas severas contra o doping e expulse do esporte aqueles que se doparem, não importa se pela primeira vez.

Em entrevista publicada hoje pelo jornal esportivo "Le Monde", Pound disse que, após os escândalos envolvendo ciclistas dopados no Tour de France - Alexandre Vinokurov, do Cazaquistão, e o italiano Cristian Moroni -, o ciclismo deve "virar a página".

"A UCI deveria tomar uma iniciativa como a África do Sul fez há 15 anos, com a criação de uma comissão da verdade e reconciliação", comentou.

Esta comissão se encarregaria de cadastrar todas as confissões de corredores que reconheceram terem se dopado nos últimos dez anos. Em troca disso, aqueles que falarem teriam suas punições reduzidas.

"Uma vez feito este registro, seria aplicada uma política de tolerância zero, com expulsões do esporte desde o primeiro doping", apontou o presidente da AMA.

Segundo sua opinião, todos estes testemunhos de ciclistas que admitissem ter recorrido ao doping serviriam para revelar os médicos que participam dos sistemas de doping e das redes de distribuição.

Pound reclamou que a UCI fez "ouvidos surdos" quando esta proposta foi apresentada, o que aconteceu algumas vezes.

Hospedagem: UOL Host