UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

13/05/2007 - 12h34

Massa vence na Espanha e Hamilton assume a liderança

Por Alan Baldwin

BARCELONA (Reuters) - O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, venceu o Grande Prêmio da Espanha neste domingo, com o estreante britânico Lewis Hamilton, de 22 anos, roubando à liderança do campeonato de seu companheiro de McLaren Fernando Alonso, com apenas quatro corridas na Fórmula Um.

Correndo em casa para um público de 140.000 pessoas, o atual bicampeão Fernando Alonso chegou em terceiro, atrás de Massa e do extraordinário Hamilton.

Hamilton, que já havia conseguido o feito de ser o primeiro piloto de Fórmula Um a estar no pódio em suas três primeiras corridas, ainda não venceu no campeonato, mas lidera a classificação com 30 pontos, à frente dos 28 de Alonso e dos 27 de Massa.

Kimi Raikkonen, da Ferrari, que antes da largada estava empatado na liderança com 22 pontos ao lado de Alonso e Hamilton, abandonou a corrida depois de 10 voltas com um problema mecânico.

Massa, que comemora sua segunda vitória consecutiva entre as quatro da sua carreira depois de uma tarde brilhante no Circuito de Catalunha, largou na pole position e só perdeu a liderança durante os pitstops que fez.

O brasileiro, que foi duramente criticado pela imprensa italiana após um erro flagrante no Grande Prêmio da Malásia em abril, recebeu a bandeira quadriculada 9,7 segundos à frente de Hamilton.

O britânico, que terminou em terceiro a corrida de abertura da temporada na Austrália, conquistou o segundo lugar pela terceira corrida consecutiva.

Hamilton conseguiu uma ótima largada, saindo em quarto e ultrapassando Raikkonen na primeira curva e conquistando o segundo lugar, quando Massa fechou a porta para Alonso e forçou o espanhol para a brita.

Esta foi a única oportunidade em que Massa foi realmente ameaçado, mas ele ainda sofreu um susto em seu primeiro pitstop, quando respingos de combustível que escaparam do bocal do tanque provocaram chamas, enquanto o carro do piloto de 26 anos deixava os boxes.

Alonso era o quarto no fim da primeira volta, mas voltou à terceira posição quando Raikkonen diminuiu o ritmo com um problema mecânico, o que fez o finlandês voltar aos boxes e abandonar a corrida.

O polonês Robert Kubica terminou em quarto com sua BMW Sauber, depois que seu companheiro de equipe Nick Heidfeld, que chegou a ser líder por uma volta, abandonou a corrida em razão de problemas mecânicos após um segundo pitstop problemático.

O britânico David Coulthard, que aos 36 anos é o piloto mais velho do grid, conquistou os primeiros pontos da Red Bull na temporada com o quinto lugar no circuito em que ele fez sua estréia na Fórmula Um em 1994.

O alemão Nico Rosberg foi o sexto com a Williams, e o finlandês Heikki Kovalainen, da Renault, o sétimo.

O japonês Takuma Sato deu à Super Aguri seu primeiro ponto na Fórmula Um com o oitavo lugar.

A corrida teve uma volta a menos, depois de a primeira largada ter sido abortada em razão de problemas na Toyota de Jarno Trulli, que ficou parado no sexto lugar do grid. Trulli teve que ter o carro empurrado e largar dos boxes.

Seu companheiro de equipe Ralf Schumacher também teve uma tarde miserável, acertado por trás pela Williams do austríaco Alexander Wurz logo na freada da primeira chicane da volta de abertura.

A Honda mais uma vez não conseguiu marcar seu primeiro ponto na temporada, depois que o brasileiro Rubens Barrichello e o britânico Jenson Button se chocaram na 23 volta, momentos após o último ter saído dos boxes.

Hospedagem: UOL Host