Topo

Esporte


Tripulante cai no mar durante regata de volta ao mundo e está desaparecido

MICHAEL BRADLEY/AFP
Regata Volta ao Mundo Imagem: MICHAEL BRADLEY/AFP

Do UOL, em São Paulo

26/03/2018 20h15

Participante da Volvo Ocean Race, uma das principais regatas de volta ao mundo da vela oceânica, o britânico John Fisher, 57 anos, caiu no mar e está desaparecido desde o início da tarde desta segunda-feira (26).

O incidente com o tripulante do barco Sun Hung Kai/Scallywag ocorreu a cerca de dois mil e quinhentos quilômetros do Cabo Horn, um dos pontos mais extremos do Hemisfério Sul, cujo território pertence ao Chile. É uma das regiões mais exploradas e temidas por velejadores.

Segundo a organização da Volvo Ocean Race, Fisher usava equipamento de sobrevivência no instante da queda. As preocupações, no entanto, são com as condições meteorológicas da região e com a temperatura da água, próxima de zero grau na escala Celsius. A equipe do velejador e outros barcos de apoio da prova se juntaram na tentativa de resgate.

Em nota divulgada na tarde desta segunda, os organizadores do evento se mostraram “profundamente preocupados”, até porque o clima na região não colabora para um eventual resgate.

Os competidores da Volvo Ocean Race estão cumprindo a sétima etapa da regata. Eles saíram de Auckland, na Nova Zelândia, no dia 18 de março, rumo a Itajaí, em Santa Catarina - a previsão de chegada será entre 4 e 6 de abril. A brasileira Martine Grael, tripulante do AkzoNobel, é uma das participantes da prova.

Mais Esporte