Topo

Esporte

Piloto de 18 anos que perdeu pernas em corrida volta às pistas e faz pódio

Reprodução Twitter
Billy Monger perdeu as pernas em acidente e conseguiu pódio na primeira corrida após retorno Imagem: Reprodução Twitter

Do UOL, em São Paulo

31/03/2018 13h55

Algumas conquistas são acompanhadas de significado. No caso de Billy Monger, o pódio na Fórmula 3 britânica neste sábado confirma a recuperação de um piloto que há menos de um ano recebia a notícia que perdeu as pernas da altura do joelho para baixo.

Mas mesmo antes desta notícia ele já sabia que estava em situação grave. O piloto britânico acertou a traseira de um carro durante uma prova. O impacto foi tão forte que os socorristas precisaram de uma hora para retirar o piloto de 17 anos do carro de Fórmula 4. Billy tinha juventude, sonhos e um futuro promissor, só não tinha mais as pernas. E daí.

Ele investiu todas as energias na recuperação e voltou a largar numa prova oficial pela primeira vez neste sábado. Largou em quinto e terminou em terceiro. O pódio tinha um piloto com duas próteses.

Antes de vencer rivais na pista, Billy precisou aprender a guiar um carro adaptado. O acelerador fica no lado esquerdo do volante e no outro lado estão as borboletas para mudar as marchas. O freio é acionado por um pedal posicionado onde fica o acelerador de um carro normal. Ele é acionado por uma prótese mais curta do que usada diariamente por Billy.

No caminho para retornar ao automobilismo o piloto recebeu ajuda. A história dele comoveu muitas pessoas e um crowfunding foi organizado para financiar a recuperação. Em poucos dias foram doados US$ 1,3 milhões (R$ 4,3 milhões). Entre os contribuintes estavam Jenson Button e Lewis Hamilton.

Xinhua/Rex Shutterstock/ZUMAPRESS
Imagem: Xinhua/Rex Shutterstock/ZUMAPRESS

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte