Topo

Esporte

Neto de Fittipaldi tem fraturas nas duas pernas confirmadas pelo pai

Arthur Sandes e Julianne Cesaroli

Do UOL, em São Paulo

04/05/2018 17h10

Horas após sofrer um acidente em Spa-Francorchamps nesta sexta-feira (4), Pietro Fittipaldi passa por cirurgia no Centro Hospitalar Universitário de Liége na Bélgica. O piloto brasileiro sofreu fraturas em ambas as pernas, mas não há risco de morte.

O procedimento cirúrgico teve sucesso na perna esquerda, na qual Pietro sofreu uma fratura exposta. Na perna oposta houve rompimento dos ligamentos do joelho, além de fratura na região do tornozelo. Segundo a assessoria de comunicação do hospital, ele também sofreu uma concussão cerebral.

O piloto passou por duas cirurgias no Hospital CHR de la Citadelle, em Liége (Bélgica): ele teve uma fratura exposta na perna esquerda e uma próxima ao osso do tornozelo na direita, que também teve rompimento dos ligamentos do joelho.

As causas do acidente ainda estão sendo investigadas. Segundo relatos iniciais, o volante travou, impedindo que Pietro completasse uma curva e fazendo com que o carro fosse direto para o muro de contenção. De acordo com o pai do piloto, Gugu da Cruz, teria havido uma pane elétrica e não seria a primeira vez que o carro apresentaria o problema. “O mesmo já tinha acontecido em Barcelona, mas lá o Pietro conseguiu evitar um acidente. Desta vez, infelizmente, não deu”, disse em entrevista ao UOL Esporte.

Pietro participava de um treino classificatório das 6 Horas de Spa-Francorchamps, etapa do Mundial de Endurance (WEC) que acontece neste sábado. O piloto de 21 anos perdeu o controle do carro na entrada da curva Eau Rouge e bateu nos pneus. Ele foi levado ao centro médico do circuito e logo transferido ao Centro Hospitalar Universitário de Liége. Segundo a direção da prova, ele permaneceu consciente em todos os momentos.

Uma das promessas do automobilismo brasileiro, Pietro assinou contrato com a equipe DragonSpeed para disputar duas corridas do Mundial de Endurance (WEC): as 6 Horas de Spa-Francorchamps (5 de maio, na Bélgica) e as 6 Horas de Fuji (21 de outubro, no Japão). Pietro ainda acertou para correr neste ano na Fórmula Indy, categoria na qual seu avô foi campeão em 1989. O acordo prevê a disputa de sete etapas com a equipe Dale Coyne, incluindo as 500 Milhas de Indianápolis no próximo dia 27.

O piloto deve ficar ao menos oito semanas longe das pistas devido às lesões sofridas nas pernas. Além de perder a corrida em Spa, Pietro Fittipaldi também deve ficar longe das pistas da Indy até pelo menos a décima etapa, que acontece em 24 de junho.

Mais Esporte