Topo

Esporte

Forte acidente na Indy deixa carro destruído e leva piloto ao hospital

Do UOL, em São Paulo

19/08/2018 16h31Atualizada em 19/08/2018 16h56

Um acidente gravíssimo destruiu o carro do canadense Robert Wickens logo no começo das 500 Milhas de Pocono, uma prova da Indy, nos Estados Unidos. Neste domingo (19), logo após a relargada da corrida, na nona volta, Wickens tocou no carro de Ryan Hunter-Reay, saiu do chão em alta velocidade e se chocou contra a grade de proteção do circuito.

O automóvel ficou destruído no acidente, que também envolveu outros três pilotos, inclusive o brasileiro Pietro Fittipaldi, que foi atendido ainda no circuito e passa bem. A situação mais preocupante é a de Wickens, que foi levado de helicóptero a um hospital.

De acordo com Curt Cavin, vice-presidente de comunicação da Indy, o canadense estava "acordado e consciente" após o acidente: "Cinco pilotos vieram para o centro médico - [Takuma] Sato, [James] Hinchcliffe, [Pietro] Fittipaldi, [Robert] Wickens e [​Ryan] Hunter-Reay - e dois deles foram liberados. Fittipaldi e Hinchcliffe seguem lá ainda fazendo radiografias. Wickens foi levado de helicóptero para o Lehigh Valley Medical acordado e consciente."

"Eu estou ok, apenas pensando no Robert", disse Hunter-Reay à NBC. "Espero que ele esteja bem. Eu comecei a acelerar e, uma vez que chegamos na cuva 2... Eu achei que tivesse passado por ele."

Darron Cummings/AP
Imagem: Darron Cummings/AP

Wickens tem 29 anos e, apesar de ser novato na categoria, é um piloto experiente no automobilismo internacional.

O circuito de Pocono é o mesmo em que aconteceu o acidente que matou o piloto inglês Justin Wilson em 2015. Na ocasião, Wilson foi atingido na cabeça pelo pedaço de outro carro, entrou em coma e perdeu a direção, colidindo contra o muro. Ele morreria um dia depois. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte