Topo

Esporte


Brasileira e ex-Red Bull são pré-escolhidas para categoria feminina

Divulgação
Bruna Tomaselli, que disputa a Fórmula Academy Sudamericana em 2018, tenta uma vaga na W Series Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

28/11/2018 18h43

A W Series, categoria automobilística 100% feminina que será disputada a partir de 2019, anunciou nesta quarta-feira (28) uma lista de competidoras pré-aprovadas para a primeira temporada. Ao todo, 55 pilotos, com idades entre 17 e 32 anos, disputarão 18 vagas no grid.

Entre os nomes divulgados, há uma brasileira: Bruna Tomaselli, de 21 anos. Piloto da Fórmula Academy Sudamericana em 2018, ela tem também passagem pela Fórmula 2000 nos Estados Unidos, entre outras categorias.

Além dela, nomes conhecidos estão na lista da W Series. Casos como o da espanhola Carmen Jordá (ex-piloto de testes de Lotus e Renault na Fórmula 1), da britânica Alice Powell (que tentou disputar uma prova na F-1 em 2014 pela Caterham) e da holandesa Beitske Visser (ex-GP3 e participante do programa de revelação de pilotos da Red Bull em 2013).

A partir de agora, as escolhidas se preparam para a próxima etapa do processo de seleção, já em 2019: três dias de testes físicos e psicométricos. David Coulthard e Alexander Wurz, ex-pilotos de Fórmula 1, participarão das avaliações.

“Mesmo hoje, há um grande desequilíbrio de gênero no automobilismo, e a W Series está dando o primeiro passo para corrigir isso. Pilotos de todo o mundo deram um passo à frente, então parece claro que, com o enfoque correto, podemos promover as mudanças que este esporte desesperadamente precisa”, disse Catherine Bond Muir, diretora executiva da categoria.

A W Series correrá com chassis homologados para a Fórmula 3. A nova categoria deverá funcionar como uma competição de acesso a outros degraus antes da Fórmula 1, mas para promoção apenas de mulheres.

Confira a lista das escolhidas:

  • Ayla Agren (Noruega)
  • Amna Al Qubaisi (Emirados Árabes Unidos)
  • Chelsea Angelo (Austrália)
  • Carmen Boix (Espanha)
  • Sarah Bovy (Bélgica)
  • Toni Breidinger (Estados Unidos)
  • Ivana Cetinich (África do Sul)
  • Jamie Chadwick (Reino Unido)
  • Veronika Cicha (República Tcheca)
  • Sabre Cook (Estados Unidos)
  • Courtney Crone (Estados Unidos)
  • Natalie Decker (Estados Unidos)
  • Mira Erda (Índia)
  • Carlotta Fedeli (Itália)
  • Cassie Gannis (Estados Unidos)
  • Marta Garcia (Espanha)
  • Michelle Gatting (Dinamarca)
  • Angelique Germann (Alemanha)
  • Megan Gilkes (Canadá)
  • Samin Gomez (Venezuela)
  • Grace Gui (China)
  • Michelle Halder (Alemanha)
  • Esmee Hawkey (Reino Unido)
  • Jessica Hawkins (Reino Unido)
  • Shea Holbrook (Estados Unidos)
  • Carmen Jordá (Espanha)
  • Vivien Keszthelyi (Hungria)
  • Emma Kimilainen (Finlândia)
  • Natalia Kowalska (Polônia)
  • Stephane Kox (Holanda)
  • Miki Koyama (Japão)
  • Fabienne Lanz (África do Sul)
  • Milla Mäkelä (Finlândia)
  • Alexandra Marinescu (Romênia)
  • Milou Mets (Holanda)
  • Sheena Monk (Estados Unidos)
  • Sarah Moore (Reino Unido)
  • Marylin Niederhauser (Suíça)
  • Tasmin Pepper (África do Sul)
  • Vicky Piria (Itália)
  • Taegen Poles (Canadá)
  • Alice Powell (Reino Unido)
  • Charlotte Poynting (Austrália)
  • Naomi Schiff (Bélgica)
  • Carrie Schriener (Alemanha)
  • Sharon Scolari (Suíça)
  • Doreen Seidel (Alemanha)
  • Siti Shahkirah (Malásia)
  • Sneha Sharma (Índia)
  • Bruna Tomaselli (Brasil)
  • Shirley Van Der Lof (Holanda)
  • Beitske Visser (Holanda)
  • Fabienne Wohlwend (Lichenstein)
  • Caitlin Wood (Austrália)
  • Hanna Zellers (Estados Unidos)

Mais Esporte