! Piloto da Ganassi morre em acidente no autódromo de Indianápolis - 22/10/2003 - UOL Esporte - IRL
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  22/10/2003 - 16h55
Piloto da Ganassi morre em acidente no autódromo de Indianápolis

Das agências internacionais
Em Indianápolis (EUA)

O norte-americano Tony Renna, de 26 anos, da Ganassi, morreu nesta quarta-feira ao bater o seu carro num muro do autódromo de Indianápolis durante um teste da IRL. Ele é o 67º piloto a morrer nesta pista desde a inauguração, em 1909.

Chip Ganassi, dono da equipe que leva o seu nome, disse que Renna estava na quarta volta do dia quando perdeu o controle do carro na curva três do Indianapolis Motor Speedway. O carro bateu no muro a uma velocidade aproximada de 355 km/h.

Reuters
Acidente em Indianápolis mata o jovem piloto Tony Renna, da equipe Ganassi, da IRL


De acordo com o porta-voz do autódromo, Ron Green, Renna já chegou morto ao Methodist Hospital. As causas do acidente ainda não são conhecidas.

Renna estava na equipe Ganassi havia um mês, em substituição a Tomas Scheckter. O time é o mesmo de Scott Dixon, campeão da temporada da IRL. Além de Renna, outros dois pilotos estavam treinando em Indianápolis desde terça-feira.

A estréia do piloto na Ganassi aconteceu em 2002, como substituto de Al Unser Jr. Em 2003, entre os seus melhores resultados está justamente o sétimo lugar conseguido nas 500 Milhas de Indianápolis, uma das mais tradicionais provas do automobilismo.

"Tony era um grande garoto. Eu acho que ninguém no paddock tem alguma coisa ruim a dizer dele", declarou Ganassi.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias