Topo

Vôlei


Final do Campeonato Carioca de vôlei é adiada por conta da violência no Rio

Reprodução de TV
Bandidos fogem da polícia durante operação na Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro Imagem: Reprodução de TV

Do UOL Esporte

Em São Paulo

25/11/2010 15h54

A Federação de Vôlei do Rio de Janeiro e as equipes de vôlei feminino da Unilever e do Macaé Sports, finalistas do Campeonato Carioca de 2010, informaram nesta quinta-feira que, em razão da violência na cidade do Rio de Janeiro, a final da competição foi adiada sem data definida. A partida decisiva estava marcada para esta quinta-feira, às 21h, no ginásio do Tijuca Tênis Clube.

"Que tristeza, uma cidade tão maravilhosa como o Rio acontecendo tudo isso e ainda por cima, passando ao vivo na TV, lastimável! Paz urgente", desabafou pelo Twitter Carol Gattaz, jogadora do Unilever.

O Rio de Janeiro enfrenta uma onda de ataques de criminosos nos últimos dias. Desde segunda-feira, 34 pessoas morreram durante confrontos na megaoperação que a polícia realiza em comunidades para combater a onda de violência no Estado. Ao todo, 53 foram presos e 121 foram detidos.

A Polícia Militar contabiliza 23 mortes nas operações, mas informações extraoficiais dão conta de que 27 pessoas morreram nos confrontos desde o começo da semana. A Polícia Civil informou que sete pessoas morreram durante operação no morro do Jacarezinho, com mais de 100 agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e delegacias especializadas.

No quinto dia de ataques, 55 veículos foram queimados ao todo. Vinte e uma pessoas foram internadas desde ontem com ferimentos provocados por balas e granadas.

A PM apreendeu garrafas com gasolina, que seriam usadas para colocar fogo em automóveis, além de dinamite e material inflamável. Na quarta-feira, foram encontrados fuzis, drogas, metralhadoras, espingardas e um coquetel molotov.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!