UOL Esporte Vôlei
 
01/03/2011 - 22h35

Bruninho sai machucado, Cimed perde para Londrina e pode 'deixar' liderança

Do UOL Esporte
Em São Paulo

A Cimed dependia apenas de si para terminar a primeira fase da Superliga masculina de vôlei na liderança. Mas a noite desta terça-feira não era do time catarinense. Os atuais campeões perderam o levantador Bruninho machucado no 2º ponto do jogo, acabaram derrotados por 3 a 0 (25-23, 25-23 e 25-18) pelo Londrina/Sercomtel e podem deixar escapar a ponta real da tabela.

O Sesi ocupava a liderança temporária da Superliga porque tinha dois jogos a menos. No entanto, com a derrota da Cimed, o campeão do primeiro turno agora depende só de si para fechar a primeira fase com melhor campanha, já que é a única equipe com apenas duas derrotas em 25 jogos. O clube de Florianópolis amarga sua terceira derrota e fica na segunda posição.

Sensação do primeiro turno, o Londrina fez seu papel na briga por uma vaga nos playoffs – apenas os oito melhores avançam. Para conseguir vencer os atuais campeões da Superliga em apenas três parciais, o time paranaense contou com o desfalque de Bruninho, mas também com excelente desempenho do bloqueio.

O levantador torceu o tornozelo no segundo ponto da partida e deixou a quadra. “Ainda vou fazer o raio x. Mas eu acho que é só uma torção mesmo. A dor está diminuindo e temos que esperar para ver”, disse Bruninho ao canal Sportv. No lugar do titular entrou o veterano Joel.

'AZARADO', BRUNO ALVES É ELEITO O MELHOR DO JOGO

O levantador Bruno Alves, o Canhoto, marcou cinco pontos (três deles em bloqueio) e acabou sendo eleito o melhor jogador da vitória do Londrina sobre a Cimed por 3 a 0.

O jogador ficou muito emocionado e chorou. "Semana passada minha casa pegou fogo, eu bati o carro e nem sabia se ia jogar hoje", falou ao canal Sportv após o jogo.

Após tirar a invencibilidade do Sesi no 1º turno, o Londrina pode comemorar o fato de ser a única equipe que venceu os atuais campeões por 3 a 0. O bloqueio foi o diferencial. E logo na primeira parcial o paredão brilhou – foram seis pontos contra apenas um da Cimed. O desempenho no fundamento, principalmente, compensou o excessivo número de erros – 12 só no 1º set – e os paranaenses fizeram 25-23.

A Cimed começou na frente o segundo set. Mas o Londrina logo empatou (11-11). Atuando em casa, os paranaenses abriram boa vantagem, mas viram o time de Florianópolis encostar e diminuir para um ponto a vantagem ao virar quatro bolas consecutivas em momento decisivo (24-23). Porém um erro de saque fez os visitantes perderem por 25-23.

Os comandados de Marcos Pacheco iniciaram o terceiro set melhores. Mas o Londrina foi buscar. Sem Bruninho, com a postura irreconhecível e parando no bloqueio adversário a todo momento, a Cimed chegou a estar perdendo por sete pontos (17-10). Mas foi buscar. Diminuiu para três a vantagem rival, mas não foi suficiente para evitar a primeira derrota por 3 a 0: 25-18.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host