Topo

Vôlei

Corpo de jogadora holandesa é encontrado na Espanha após 14 dias

Das agências internacionais

Em Murcia (Espanha)

27/05/2013 06h40

A Polícia Nacional espanhola encontrou os corpos da ex-jogadora de vôlei Ingrid Visser, de 36 anos, e de seu namorado, Lodewijk Severin, de 57 anos, em uma área de plantação da cidade de Murcia, na madrugada desta segunda-feira. O casal estava desaparecido desde o dia 13 de maio. Ingrid disputou mais de 500 partidas pela seleção holandesa e jogou no Brasil pela equipe do Minas Tênis Clube.  

Segundo fontes próximas à investigação, foram feitas duas detenções em relação ao desaparecimento do casal, aparentemente na província de Valência. A polícia, que até o momento não divulgou dados sobre esta investigação, trabalhou até 2h30 no local, uma área a 12 quilômetros da cidade de Murcia.

Ingrid e seu namorado foram vistos pela última vez na tarde da segunda-feira, 13 de maio, na saída de um hotel, onde haviam reservado uma estadia de duas noites para ir a uma consulta médica na manhã do dia seguinte.

O casal chegou a Murcia procedente do aeroporto de Alicante, para onde tinham voado de Amsterdã, e o alerta sobre seu desaparecimento foi dado pela família no dia 15 de maio. 

A família de Ingrid declarou estar “destroçada” com a notícia. Os familiares estão na Holanda, à espera da confirmação oficial da identidade dos corpos encontrados, que será feita apenas após análises.

Eles também divulgaram carta, por meio do site no qual pediam ajuda para a resolução do caso, em que se dizem chocados com a notícia.