Vôlei

Ex-modelo, gata do vôlei de praia lembra perrengue na China: "comi minhoca"

Do UOL, em São Paulo

23/09/2013 06h00

Integrante da atual seleção brasileira de vôlei de praia, Elize Maia chegou à modalidade ‘por acaso’.  Na adolescência, chegou a treinar na quadra, mas largou tudo para seguir carreira como modelo. Aos 15 anos, deixou a família para trás, veio para São Paulo e depois rumou para o Japão, onde deu os primeiros passos internacionais.

Elize não ficou muito tempo como modelo – cerca de seis anos. Mas foi o suficiente para, entre voltas ao mundo, resolver se dedicar a uma chance no vôlei. As passarelas e o mundo da moda a levaram também à China, França e Estados Unidos. Foi na Ásia, aliás, que ela viveu uma experiência traumática com comida.

“Na China foi o pior momento. Em Hong Kong até era tranquilo, mas em algumas cidades eu sofria. A alimentação era muito diferente, e me recordo de ir a um restaurante e vinha uns pratinhos com uma comida que literalmente se mexia. Sou muito de experimentar, mas fiquei receosa. Comi comida viva, um tipo de minhoca. Era nojento. Então nesses trabalhos fora eu pedia para a agência uma comida diferenciada”, relembra a capixaba, de 29 anos.

Para evitar as minhocas, Elize se alimentou muitas vezes de Mc Donald’s, apesar de a profissão exigir uma dieta mais balanceada. Era a única maneira de não passar forme e se livrar das comidas estranhas de restaurantes locais. Apesar do ‘perrengue’, a atleta aprovou as experiências internacionais, especialmente pelo intercâmbio de culturas.

"Eu aprendi muito viajando pelo mundo. No Japão foi uma experiência muito tranquila, não tive problemas. Eu gostava do que fazia, fazia por prazer. Paris e Nova York são parecidos com o Brasil, então me comunicava em inglês e comida era tranquilo. O mais peculiar mesmo foi a China, mas eu respeitava a cultura deles", declarou a jogadora.

Em uma de suas folgas em Vitória, foi à praia fazer exercícios e ouviu o convite de um técnico, que já tinha visto ela jogar na quadra, para bater bola na areia. Elize aceitou, gostou dos primeiros momentos e resolveu deixar a carreira de modelo para virar jogadora.  Pouco tempo depois, já estava disputando uma etapa do Circuito Brasileiro.

Entrou para um projeto da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), que visava 'garimpar' novos talentos para a modalidade e começou a se destacar. Passou em uma peneira com diversas meninas e ficou durante bastante tempo treinando no CT de Desenvolvimento, em Saquarema. 

Hoje, Elize ainda não está entre as ‘tops’ do Brasil, mas é integrante da seleção. Como grande meta e sonho, quer disputar os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Para isso, sabe que é necessário passar por torneios maiores e jogar o Circuito Mundial, com a presença das melhores jogadoras do mundo.

Com a carreira corrida e o corpo mudado, a moda acabou ficando um pouco mais de lado. Mas, sempre que pode, faz ensaios e campanhas fotográficas. Depois que encerrar a carreira, pensa em retomar o lado modelo. Pelas mudanças, quer explorar mais o lado comercial e, desta vez, sem sair do Brasil.

"Tem como eu voltar, é uma coisa que sinto saudade, que eu gosto de fazer, mas de uma forma mais tranquila, sem sair do Brasil, ficando perto da minha família", completou Elize, que não se incomoda em ensaios sensuais e fotos de biquíni, por exemplo.

"Hoje em dia faço quando dá (modelagem), mas é mais trabalho de biquíni, lingerie, roupa esportiva. Eu não tenho problema com isso. Você que escolhe seus trabalhos, mas se você é modelo, tem que estar aberto para este tipo de trabalhos. É uma coisa comum, principalmente biquíni, para mim (ela joga assim na praia). É uma sensualidade natural da mulher vaidosa, atlética. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
UOL Esporte - Vôlei
Blog Saída de Rede
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Redação
Redação
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
UOL Esporte
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Esporte Ponto Final
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Topo