Vôlei

Revelação do vôlei já decepcionou no cabeleireiro por ser xará de atriz

Leandro Carneiro

Do UOL, em São Paulo

28/12/2014 06h00

Uma jovem jogadora da seleção brasileira de vôlei tem se destacado nas categorias de base e também na Superliga. Mas não é apenas pela atuação. A líbero Juliana Paes, do Rio do Sul, chama logo a atenção pelo nome igual ao da consagrada atriz da Globo.

Com apenas 20 anos, Juliana Paes Filippelli já se acostumou com as comparações com a xará famosa, 15 anos mais velha. Aliás, essa semelhança fez com que a atleta decepcionasse uma atendente do cabeleireiro que frequenta.

“As pessoas brincam (com o nome igual). Uma vez marquei um horário no salão e a atendente ficou meio decepcionada quando quem chegou fui eu e não a atriz”, disse a atleta.

Segundo a atleta, essa coincidência já foi motivo para pessoas se aproximarem dela. “Essa coincidência dos nomes já foi início de conversa com muitas pessoas que talvez não viessem falar nada comigo, aí é bem legal”, falou.

O mesmo nome da atriz também é alvo de brincadeiras dos amigos de Juliana, que chegam até a compará-la com a atriz, eleita a mais sexy do mundo pela revista VIP em 2012.

“Alguns amigos que gostam de fazer graça, falam que eu sou mais bonita que ela e tudo mais, mas sei que fazem isso só para ganharem ingressos para os jogos”, completou.

Quem é mais bonita?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

Mas, Juliana não é apenas destaque apenas fora da quadra. Ela já foi eleita a melhor passadora do Sul-Americano de 2012 e aparece como a quinta melhor defensora da atual temporada da Superliga.

Para uma chance na seleção, Juliana sabe que tem um longo caminho a percorrer ainda. Afinal, a dona da posição no momento é Camila Brait, a única a atuar em todas as partidas do último Mundial (primeiro dela como titular), e que ainda tem 26 anos.

“A seleção vai acabar passando por um processo de renovação naturalmente e eu sonho com esse espaço. Espero fazer uma boa Superliga esse ano e continuar crescendo. Ano que vem terá o Mundial sub-23, que é uma boa oportunidade de estar perto dos meus ídolos e quem sabe no futuro ter uma chance”, afirmou.

“É um grande sonho jogar uma Olimpíada e jogar em casa seria maravilhoso. Acho que a seleção já está bem servida de líbero nesse ciclo, mas vou me manter focada 100%, porque se aparecer alguma oportunidade vou querer aproveitar”, finalizou a líbero que tem a bicampeã olímpica Fabi, do Rexona/Ades como referência na posição.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Esporte Ponto Final
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Redação
Redação
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
Blog Saída de Rede
Topo