Topo

Vôlei

Em despedida de Serginho, Brasil bate Portugal para 40 mil em Brasília

Pedro Ladeira/Folhapress
Serginho foi reverenciado pela torcida no estádio Mané Garrincha Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

04/09/2016 11h46

A seleção masculina de vôlei, ouro nos Jogos Olímpicos há duas semanas, voltou a derrotar Portugal no chamado Desafio de Ouro disputado neste domingo (04). Na despedida do líbero Serginho, a equipe enfrentou o forte calor de Brasília e conseguiu vencer o amistoso por 3 sets a 1. A festa no Estádio Mané Garrincha teve até mudanças no regulamento e contou com a presença de 40 mil pessoas.

A partida foi a última de Serginho com a camisa da seleção brasileira. Ele tem quatro medalhas olímpicas no currículo: ouro de Atenas-2004, prata em Pequim-2008 e Londres-2012, e ouro novamente na Rio-2016. Ele se despede aos 40 anos como um dos grandes ícones da história do vôlei nacional. Outro que pode estar deixando a seleção é Lipe, ponteiro de 32 anos que foi muito bem na Olimpíada do Rio de Janeiro.

Sol forte, clima de praia e bolhas na quadra

Pedro Ladeira/Folhapress
Lucão e Lucarelli se protegem de forte calor em Brasília durante partida amistosa Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress

O começo do jogo foi equilibrado, com a seleção brasileira demorando para mostrar suas credenciais de campeã olímpica. Os erros de saque de Portugal facilitaram a vitória por 25 a 20, mas o que mais chamou a atenção no primeiro set foi o calor.

O sol forte castigou os atletas e alguns destes, acostumados a jogar apenas em ginásios cobertos, tiveram que apelar aos óculos escuros. O clima de vôlei de praia só foi atrapalhado pela condição da quadra: o piso montado sobre o gramado do Mané Garrincha apresentou bolhas e desníveis.

Desatento, Brasil cede empate

No set seguinte a seleção teve mais dificuldades do que o normal, cometendo erros de desatenção e vendo Portugal abrir vantagem logo no início. A inconstância brasileira permitiu que o time adversário tivesse cinco set points para empatar a partida e devolvesse o 25 a 20 para empatar.

Seleção se reencontra

Mais centrada e errando menos que Portugal, a seleção brasileira retomou o controle da partida no terceiro set e venceu bem por 25 a 21. O saque foi o pior fundamento dos portugueses, enquanto o bloqueio brasileiro voltou a funcionar.

Calor e homenagem mudam regulamento

Originalmente o amistoso seguiria as tradicionais regras da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), com todos os sets disputados durando 25 pontos. Mas o calor que chegou a 30º C fez com que os organizadores improvisassem durante o jogo: um acordo entre as equipes definiu que o quarto set iria apenas até os 15 pontos.

Quebra de protocolo

O Brasil se deu bem com a mudança e fechou o jogo com um incomum 15 a 8. O último ponto foi em um saque de Serginho, o que é proibido em jogos oficiais por se tratar de um líbero. O ídolo não mostrou muita familiaridade com o fundamento, errando o primeiro saque que tentou. No entanto, permitiram uma segunda tentativa ao líbero, que conseguiu fazer a bola passar da rede e contou com uma ajudinha dos portugueses, que a deixaram cair na quadra.

 

no @serginhoescadinha

A video posted by Eder Carbonera (@edercarbonera) on