Topo

Vôlei

"Não ver o Bernardo na seleção masculina é difícil", diz Zé Roberto

Do UOL, em São Paulo

15/01/2017 12h02

A relação entre Zé Roberto Guimarães e Bernardinho nunca foi das melhores, mas o atual técnico da seleção feminina lamentou a saída do bicampeão olímpico do comando da equipe masculina depois de 16 anos.

"Não ver o Bernardo dirigindo a seleção masculina é uma coisa difícil neste momento. A gente sabe que um dia ia chegar, mas a gente não esperava que fosse desta maneira", afirmou Zé em entrevista ao Esporte Espetacular, da TV Globo.

Em que pesem as diferenças e a falta de amizade, Zé Roberto se rasgou em elogios a figura de Bernardinho como treinador.

"O Bernardo é uma grande referência para o voleibol brasileiro e mundial pelo seu estilo e maneira de ser, seu trabalho e dedicação, a vontade de sempre atingir e fazer o melhor. Todo o trabalho o dele foi norteado por este orgulho de representar o Brasil e fazer com que o Brasil esteja entre as melhores seleções do mundo. É uma referência para todos nós. Aprendemos muito com ele", afirmou.

Bernardinho também foi elogiado por Carlos Arthur Nuzman, ex-presidente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e atual presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

"Ele tem lealdade, honestidade e sabe trabalhar como poucos. O que o difere de muitos e da maioria é que ele não acereditava em perder. Lutava até o último momento pela derrota", afirmou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!