Topo

Vôlei

Fora da seleção, Serginho encara maratona maior que a dos atletas na Liga

Divulgação
Serginho faz noite de autógrafos na Arena da Baixada Imagem: Divulgação

Leandro Carneiro

Do UOL, em Curitiba

05/07/2017 04h00

O líbero Serginho está aposentado da seleção brasileira de vôlei. Mas ele teve uma terça-feira mais agitada que quase todos os jogadores que estão disputando a Liga Mundial. Coincidentemente, foi exatamente em Curitiba, local da disputa, que o bicampeão olímpico teve sua maratona.

Serginho começou a terça-feira acordando por volta das 5h da manhã. Ele saiu de São Paulo rumo a Curitiba nas primeiras horas do dia. Ao chegar na capital paranaense, ele teve de encarar um primeiro compromisso no rádio Transamérica para a divulgação de sua biografia, Degrau por Degrau, escrito pelo jornalista Daniel Bortoletto.

A sequência foi na Arena da Baixada, na estreia da seleção. Mas, apesar de Serginho ter ido ao estádio apenas como espectador, ele teve de fazer participação no pré-jogo do SporTV e da Globo. Na emissora de TV aberta, ele ainda participou da transmissão durante toda a partida.

No fim do jogo, que terminou com vitória da seleção brasileira sobre o Canadá por 3 sets a 1, Serginho se encaminhou para o vestiário dos jogadores para reencontrar os companheiros com quem foi campeão na Olimpíada de 2016.

A maratona ainda teve uma reta final em uma noite de autógrafos dentro da Arena da Baixada para lançar seu livro. Serginho assinou livro e tirou fotos por cerca de 1h30 em evento que contou com a presença do técnico Renan dal Zotto, e os jogadores Bruninho, Lucarelli e Raphael.

“Nesse frio não dá vontade nem de sair de casa. Tive um dia agitado, é prazeroso. Poder voltar em Curitiba, fiz minha despedida nesse estádio. Fico feliz demais”, disse.

“Mas é legal poder estar aqui, ver essa rapaziada toda”, completou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!