Topo

Vôlei

Campeão olímpico de vôlei compartilha piada homofóbica em rede social

Alexandre Loureiro/Getty
Mauricio Souza foi titular nos Jogos Olímpicos de 2016 Imagem: Alexandre Loureiro/Getty

Do UOL, em São Paulo

07/10/2017 08h36

Campeão olímpico em 2016, o central Mauricio Souza se envolveu em uma polêmica nas redes sociais. O motivo foi uma piada homofóbica compartilhada pelo jogador em seu stories no Instagram.

“Sou do tempo que fumar era bonito e dar a bunda era feio! Hoje fumar é feio e dar a bunda é bonito! Sorte que sou velho. Graças a Deus”, foi a frase compartilhada pelo jogador.

A postagem ficou no ar por pouco mais de 10 horas. O jogador a apagou da página após a repercussão negativa.

Reprodução
Imagem: Reprodução

A frase logo passou a ser compartilhada pelos fãs de vôlei nos grupos que falam sobre a modalidade. “Alguém sabe dizer se tem como a gente provar para a CBV que o Mauricio é homofóbico e a CBV não permitir que o Mauricio atue pela seleção? Sei lá, acho que ele merecia ser punido e não poder mais atuar na Superliga, mas acho difícil, então pelo menos cortarem ele da seleção, pois ele não me representa como brasileiro. É um preconceituoso sim”, escreveu um usuário. “Se eu já tinha asco desse cone, agora piorou. Nojo”, rebateu outro.

Essa não é a primeira vez que Mauricio faz um comentário em seus perfis e causa revolta dos fãs de vôlei. Em 2014, ela também havia questionado a presença de gays em novelas.

"Essa galera das novelas que querem mostrar e colocar na cabeça dos brasileiros que trair a mulher, ser gay, entre outras coisas, é normal e é legal ser e fazer essas coisas. Não sou preconceituoso, longe disso. Mas prefiro que meu filho não veja esse tipo de coisa e saiba que ter uma mulher, construir uma família e ter valores é o certo. Foi o que meu pai me ensinou, é assim que tem que ser. Fica esperto e não deixa seus filhos ver essas coisas”, disse na época.

Dias depois, ele chegou a apagar a postagem do Facebook e até divulgou um pedido de desculpa.

“Quantos amigos gays que jogaram comigo eu tenho, vários, pessoas que respeito e admiro muito, pessoas que lutamos juntos dentro e fora de quadra e todas as vezes os defendi. Saiu uma matéria que sou preconceituoso no globo esporte, vocês conseguiram, talvez me deixar um pouco chateado ao ver a matéria, mas fiquei assim não pela matéria em si, mas sim porque todas as vezes que entrei em quadra vestindo a camisa da seleção estava ali pra defender o povo brasileiro independente de cor, raça, religião se é homem, mulher, criança, gay ou lésbica e continuarei fazer isso. Por que? Porque esse sou eu! Aos que concordam e pensam semelhante a mim e me defenderam obrigado. Aos que me ofenderam, o meu perdão. E desculpa se ofendi alguém, não foi minha intenção”, disse na época.

Na atual temporada da Superliga, que ainda irá começar, Mauricio Souza defenderá o Sesc do Rio de Janeiro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!