Topo

Vôlei

Jaqueline chora após discussão com José Roberto Guimarães na Superliga

Reprodução/SporTV
Jaqueline chora após discussão em quadra Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em São Paulo

08/12/2017 21h42

Além de ser derrotado pelo Dentil/Praia Clube na rodada desta sexta-feira da Superliga Feminina de vôlei, o Hinode Barueri ainda teve de lidar com um desentendimento entre o técnico José Roberto Guimarães e uma de suas principais jogadoras: a atacante Jaqueline.

No quarto set, quando a parcial marcava 6 a 3 para o Praia Clube, Jaqueline recebeu duas advertências da arbitragem, um cartão amarelo e um vermelho, por reclamação. Decretada a derrota por 3 a 1, a capitã da equipe de Barueri apareceu chorando do lado de fora da quadra enquanto tentava conversar com Guimarães, visivelmente irritado, como mostraram as imagens da transmissão do SporTV.

Em entrevista ao mesmo canal, Jaqueline negou ter discutido com o treinador. "Faz parte do jogo. Não teve nenhuma discussão. Se a gente tiver de conversar, vai conversar lá dentro, isso é de todo o grupo, não é de uma ou outra", contemporizou.

"Foi um jogo quente. O que aconteceu com o árbitro nem eu entendi muito, mas tudo bem. Acho que a gente tem de ser profissional, sair de cabeça erguida e seguir em frente", completou.

Jaqueline disse também que foi contestar a marcação da arbitragem a pedido do próprio Guimarães. "Ele [árbitro de rede] me chamou e falou que, infelizmente, por conta do grupo, eu ia tomar cartão amarelo. Depois, ele me chamou de novo, fui perguntar por que eu tinha tomado outro cartão, e ele falou que era por insistência, mas quem me chamou foi ele. O Zé também tinha mandado eu ir falar com ele. Fui e tomei outro cartão, eu sou a capitã. Também não entendi."

Com a vitória, em Uberlândia, por 3 set a 1, com parciais de 21/25, 25/16, 25/17 e 25/15, o líder Dentil/Praia Clube segue invicto na Superliga. Já o Hinode Barueri ocupa a quinta colocação.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!