Vôlei

Time gay de vôlei tem ajuda de campeãs olímpicas e tenta disputar Mundial

Reprodução/Instagram
Angels Volley Brazil se prepara para a disputa do Gay Games em agosto de 2018, em Paris Imagem: Reprodução/Instagram

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

28/12/2017 04h00

Criado há menos de um mês, o perfil do time "Angels Volley Brazil" está bombando no Instagram. Já são quase 10 mil seguidores e publicações com bom alcance que ajudam a divulgar um projeto e um sonho encabeçados pelos jogadores Willy  Montmann e Rafael Martins. Eles planejam colocar nas quadras de Paris, na França, o primeiro time gay brasileiro de vôlei para a disputa da décima edição mundial do Gay Games, em agosto de 2018. 

Para concretizar o objetivo e embarcar os 12 jogadores à Europa, o Angels precisa arrecadar uma verba que prefere não revelar em contato com o UOL Esporte. Em busca de divulgação, o time tem obtido apoio de importantes fontes, como as campeãs olímpicas do vôlei Thaisa, Jaqueline e Carol Albuquerque, e outras jogadoras com passagem pela seleção como Carol Gattaz. Todas gravaram vídeos pedindo aos seus seguidores em redes sociais incentivos ao projeto. Foi isso que bombou a página e permitiu novas possibilidades de obtenção de receita, que podem permitir a comunidade gay brasileira de fazer história.

"Hoje em dia as mídias sociais são a principal plataforma para buscar apoio. Nós não queríamos palco, seguidores, e sim apresentar nossa ideia. Foi então que as atletas abraçaram, primeiro a Tifanny, depois a Thaisa entrou, superempolgada e empenhada, e começou um efeito dominó. Hoje estamos indo em empresas com uma estratégia de mercado, temos contato com uma agência de marketing esportivo que surgiu através das publicações... A gente queria, quer e vai conseguir jogar esse Mundial", crava Willy Montmann, o capitão do time.

 

A bicampeã olímpica Thaisa nos apoia! A nossa loira, linda, tatuada, alta e magra , Ainda tem um coração de ouro! Nós do Angels Volley temos gratidão eterna por esse ser humano lindo e junto com todo o Brasil estamos torcendo para o seu retorno às quadras! Precisamos da nossa jovem central no seu posto de dona do meio de rede brasileiro! Amamos você @daherthaisa ! #angelsvolley #angelsvolleybrazil #thaisa #thaisadaher #thaisadaher06 #thaisacentral #thaisameioderede #thaisabicampeaolimpica #thaisamvp #voleibrasileiro #volei #voleibol #voleidequadra #voleidepraia #selecaodevolei #selecaobrasileiradevolei #meninasdovolei #bicampeaolimpica #superliga #superligadevolei #superligafemininadevolei #voltathaisadaher #voltathaisa #volley #volleyball #timegay #voleigay #volleygay #superligamasculina #superligamasculinadevolei Gratidão define esse momento! ?? Angels Volley agradece!

Uma publicação compartilhada por Angels Volley Brazil (@angelsvolley)

 

 

 

 

 

 

 

 

em

O Angels Volley começou em 2008, quando Rafael Martins decidiu reunir um grupo de amigos gays para jogar em uma quadra alugada em São Paulo. Era um bate-bola descontraído, só por diversão, mas que começou a tomar ares profissionais com o apoio de Bruno Maia, o Todd Tomorrow, importante figura da comunidade LGBTQ no Estado, e que intermediou um contato com o Consulado da França. A organização do Gay Games de Paris havia tomado conhecimento do projeto em São Paulo, que já conta com jogadores com passagens pela base da seleção brasileira e experiências internacionais, e queria levá-los para a competição em 2018.

Divulgação
Símbolo do time fundado em São Paulo, em 2008 Imagem: Divulgação

"O Gay Games não é um torneio exatamente profissional, mas tem sua seriedade. E nós levamos o vôlei a sério, jogamos desde pequenos, tratamos como algo além de um hobby", conta Willy, que tem percebido até um aumento no público presente nos treinos do Angels desde a criação do perfil no Instagram.

"O vôlei é o esporte número um dos gays. A torcida gay no voleibol é muito presente. Então existe essa receptividade, eles abraçam a causa. Hoje somos um time já fechado e totalmente gay, mas quando não vão todos, aceitamos héteros nos treinos e alguns até vão como convidados. Aqui não existe esse tipo de exclusão, porque estaríamos só disseminando o preconceito".

Dentro e fora das quadras

Além das publicações pedindo apoio na busca por patrocínios, o perfil do Angels tem conteúdo de caráter político e social que levanta a bandeira contra a homofobia e o preconceito e algumas fotos mais, digamos, ousadas dos jogadores que fazem parte do time. A beleza física dos jogadores, inclusive, foi um dos fatores que motivou a criação do nome: os "anjos" da luta pela causa LGBTQ também são "angels", como os ícones da beleza da marca Victoria's  Secret. As imagens estão chamando atenção...

"Os meninos são interessantes mesmo... Nossa página hoje é formada por cerca de 50% de mulheres, que gostam, mandam recados, dizem que somos lindos. E é verdade".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Redação
Redação
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Redação
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Blog Saída de Rede
Topo