Topo

Vôlei

Partido descarta lançar Bernardinho como candidato nas eleições

EFE/Antonio Lacerda
Bernardinho, segundo o partido, atuará como apoiador nas campanhas Imagem: EFE/Antonio Lacerda

Do UOL, em São Paulo (SP)

02/05/2018 17h03

Bernardinho não será candidato ao governo do Rio de Janeiro. Apesar do desejo e dos planos para a vitoriosa personalidade do vôlei concorrer ao cargo de governador, o partido Novo anunciou nesta quarta-feira, por intermédio de um comunicado nas redes sociais, que o campeão olímpico rejeitou qualquer proposta de concorrer a um cargo nas eleições que vão ocorrer no segundo semestre.

“Bernardo Rezende decidiu não lançar seu nome como candidato nestas eleições. Todos nós tínhamos a expectativa de contar com sua candidatura, mas, ao mesmo tempo, sabíamos que esta era uma decisão pessoal e que não havia como interferir diretamente”, escreveu o Novo.

De acordo com o partido, Bernardinho vai participar diretamente da campanha eleitoral do Novo. O técnico de vôlei atuará como uma espécie de embaixador, percorrendo 19 estados com candidatos e participando de eventos ligados à sigla antes das eleições.

A primeira aparição de Bernardinho como integrante do Novo tem data: 12 de maio, no Rio de Janeiro.

A decisão do Novo reforça a opinião da mulher do treinador, a ex-jogadora da seleção de vôlei Fernanda Venturini. Depois do assassinato da vereadora Marielle Franco, Venturini se mostrou contrária a uma candidatura de Bernardinho.

“Dia triste! Ainda querem que meu marido entre na política. Só tem bandido! Fala sério!”, criticou Venturini.

O nome de Bernardinho surgia como uma opção para o Novo ao Governo do Rio de Janeiro. Entre as personalidades do esporte, Romário se lançou como pré-candidato em março deste ano. O tetracampeão mundial deve concorrer pelo Podemos.

Confira a nota completa do Novo sobre Bernardinho:

Bernardo Rezende decidiu não lançar seu nome como candidato nestas eleições. Todos nós tínhamos a expectativa de contar com sua candidatura mas, ao mesmo tempo, sabíamos que esta era uma decisão pessoal e que não havia como interferir diretamente.

A partir desta decisão e considerando a importancia do seu nome no cenário nacional, definimos a sua participação como Embaixador do NOVO.

Bernardinho estará na linha de frente de um dos grandes objetivos do NOVO nas eleições deste ano: o de eleger uma bancada de expressão no Congresso Nacional.

O técnico estréia em sua nova função no próximo evento do NOVO no Rio de Janeiro, dia 12 de maio. Depois percorrerá os 19 Estados nos quais o NOVO vai lançar candidatos, para difundir os princípios e valores do partido, participando de eventos, dando palestras, inspirando os pré-candidatos a trabalhar no seu mais importante desafio: engajar os brasileiros a acreditar que a mudança é possível em 2018.

A grande mudança que o Brasil precisa passa pela renovação do Congresso. É lá que começaremos a mudar as leis que impedem o Brasil e seus estados de avançarem e é lá que promoveremos a reforma do Estado brasileiro. Ninguém melhor que Bernardinho para ser o grande técnico desse time de mais de 400 candidatos do NOVO em todo o Brasil.