Topo

Vôlei


Zé Roberto Guimarães diz que Olimpíada de Tóquio será a última da carreira

José Roberto Guimarães, técnico da seleção brasileira de vôlei - Fábio Aleixo
José Roberto Guimarães, técnico da seleção brasileira de vôlei Imagem: Fábio Aleixo

Do UOL, em São Paulo

06/08/2019 10h17

O técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, afirmou que está perto de se aposentar. Em entrevista ao programa "Bem, Amigos" ontem (5), o treinador disse que o Pan 2019 e a Olimpíada de 2020 serão seus últimos torneios à frente da equipe.

"Já estou há 16 anos na seleção feminina. Acho que é hora de outro técnico tocar esse trabalho. Estamos investindo bem na nossa base, temos uma geração vindo aí para 2024 e 2028 muito boa, no mínimo estamos com 10 ou 12 garotas com 1,90 m ou acima. Nunca tivemos uma geração com essa estatura e com qualidade técnica", afirmou.

A seleção brasileira feminina está perto de estrear nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. Ciente de que está perto de se despedir, o treinador acredita que o momento é de aproveitar ao máximo as competições.

"Tem uma coisa que é muito importante. Meu sonho de criança era vestir a camisa do meu país, era representar numa competição importante. Não posso deixar. Meu último Pan como treinador, tenho que aproveitar os momentos que me restam. É meu orgulho representar o país, jamais poderia imaginar isso nos meus melhores sonhos", comentou.

Zé Roberto aproveitou para apontar Paulo Coco, do Praia Clube, como provável substituto.

"Acredito que o trabalho vai seguir sendo bem feito, temos bons treinadores no Brasil. Lógico que eu gostaria que o Paulinho, que é técnico do Praia, assumisse porque ele está comigo há muito tempo e sabe muito de voleibol, mas cabe à Confederação Brasileira definir", comentou