ÁLBUM

Veja fotos
de diversas
competições




   20h59 - 04/08/2002

BCN/Osasco derrota MRV/Minas na final da Salonpas Cup

Da Redação
Em São Paulo

Num jogo muito equilibrado e nervoso, o BCN/Osasco derrotou neste domingo o MRV/Minas por 3 a 2, com parciais de 26-24, 22-25, 25-17, 19-25 e 15-12, em pouco mais de duas horas de partida, no Ginásio de Esportes Paulo Sarasate, em Fortaleza.

Com o resultado, o time paulista conquistou o bicampeonato da Salonpas Cup, terminando o torneio invicto e confirmando a sua superioridade. Pela conquista, a equipe ganhou um cheque de 10 mil dólares.

Com um grupo formado há pouco mais de dois meses e desfalcado de quatro atletas importantes (Arlene, Valeskinha e Paula, na seleção, e Jaqueline, recuperando-se de um problema vascular), o BCN/Osasco sentiu a responsabilidade de ser o grande favorito ao título. As jogadoras demonstraram instabilidade em quadra e Zé Roberto teve muito trabalho para acertar o time.

Pela primeira vez no torneio, o BCN começou jogando com Fernanda Venturini, Mari, Lígia, Daniela, Fofinha e Virna, com Verê como líbero. A formação tinha saído bem na semifinal contra o Rexona e o treinador quis dar um voto de confiança para o grupo.

"A Fernanda e a Mari foram bem e quis arriscar um novo time-base. Mesmo porque, se fosse preciso, como foi, poderia colocar a Estela e a Bia novamente em jogo", comentou Zé Roberto, que achou normal a dificuldade encontrada. "O Minas cresceu durante a disputa da competição e a decisão só poderia ser assim, bem disputada e equilibrada."

O nervosismo da equipe de Osasco ficou evidente nas estatísticas oficiais da partida, que apontam os números do jogo. Só em erros, o BCN deu 28 pontos para o adversário e recebeu apenas 16. A seu favor teve o melhor desempenho do ataque (70 contra 61 pontos) e do bloqueio (12 a 7).

O torneio, preparatório para a disputa do Campeonato Paulista, foi muito importante, segundo Zé Roberto. "Enfrentamos adversários fortes e nossas falhas ficaram à mostra", observou o melhor treinador da competição. "Vamos ter de treinar muito mais o sistema defensivo, por exemplo."

Mesmo com as críticas, o treinador comemorou muito a conquista, aplaudida por 10.214 torcedores, que superlotaram o ginásio Paulo Sarasate. "Um título como esse é sempre muito importante e é motivo de festa. Mas não podemos nunca perder o senso crítico e temos de melhorar o que precisa ser melhorado."

As jogadoras da delegação, que retorna nesta segunda-feira a Osasco, ganham três dias de folga. No sábado, o time já estréia no Campeonato Paulista, enfrentando a equipe de Limeira, no Ginásio Professor José Liberatti. O BCN também vai em busca do bicampeonato.

O BCN/Osasco começou jogando com Fernanda Venturini, Mari, Ligia, Daniela, Fofinha e Virna, com Verê como líbero. Entraram também Estela, Bia e Danúbia. O MRV/Minas jogou com Fofão, Ângela, Elisangela, Fabiana, Flávia e Juciely, com Ana Maria Volponi como líbero. Entraram também Fabíola, Michely, Cristina e Juliana.

Confira a lista das melhores da competição.

Melhor jogadora: Raquel (Rexona)
Ataque: Yoko Sekii (Hisamitsu)
Bloqueio: Lígia (BCN/Osasco)
Defesa: Masayo Eguchi (Hisamitsu)
Levantamento: Keiko Tsuruta (Hisamitsu)
Saque: Flávia (MRV/Minas)
Recepção: Ana Maria Volponi (MRV)
Técnico: José Roberto Guimarães (BCN)


Comente esta notícia nos Grupos de Discussão UOL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

03/09/2007

20h22
Espanhóis comemoram boas atuações no Aberto dos EUA


20h14
Santos tira peso de favoritismo e prevê retomada contra o Inter


20h13
Jogadores do Bota lametam má fase de Dodô


20h10
Diretoria do Bota não teme Fifa e grupo diverge sobre Dodô


20h05
Blake segue sem vencer em partidas de cinco sets

MAIS VÔLEI

10/08/2010

14h39
Pinheiros acerta contratação da atacante Soninha


09/08/2010

10h56
Mudanças à vista na seleção feminina


09h39
Zé Roberto e Paula Pequeno falam línguas diferentes.


09h00
A Itália sobrou em quadra, mas a levantadora Giulia Rondon fez a diferença


07/08/2010

14h38
É cedo, mas Jaqueline e Mari vão se firmando como titulares