! Rexona e Campos reeditam na Superliga a final do Estadual do Rio - 18/12/2004 - UOL Esporte - Vôlei

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  18/12/2004 - 15h29
Rexona e Campos reeditam na Superliga a final do Estadual do Rio

Da Redação
Em São Paulo

Em outubro, o Rexona/Ades venceu o Oi Campos por 3 sets a 1 na decisão do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, o que impediu o terceiro título consecutivo do adversário na competição. Neste domingo, as duas equipes farão um tira-teima, em jogo válido pela sexta rodada da primeira fase da Superliga Feminina de vôlei. A partida será às 12h, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro.

Luizomar de Moura, técnico do Campos, sabe que será uma partida complicada, mas acredita que sua equipe tem condições de conseguir vencer desta vez. "O Rexona é favorito, já que nos venceu na final do Estadual. Mas nossa equipe está crescendo na Superliga", disse. Na última rodada, o Campos se recuperou de duas derrotas seguidas e venceu o São Caetano/Detur por 3 sets a 0.

Apesar do otimismo, o técnico da equipe campista dificilmente poderá contar com sua líbero titular, Fabi, que ainda se recupera de uma contratura muscular na coxa esquerda. A substituta será a jovem Stephany, filha do ex-levantador William, técnico do Brasil Telecom e medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Los Angeles-84.

"A Stephany entrou bem contra o São Caetano e tem a confiança de todos. O mais importante em jogos contra equipes teoricamente mais fortes é a postura em quadra. O Rexona-Ades nos deixa uma margem de erro muito pequena, o que é bom para amadurecer a nossa equipe", explica Luizomar.

Em casa, o Rexona tentará manter a invencibilidade na Superliga. A equipe dirigida por Bernardinho perdeu apenas um set nos quatro jogos que disputou. Além disso, tem o ataque mais eficiente da competição, com 33,98%. Fernanda Venturini é a levantadora com melhor aproveitamento no campeonato até o momento, com 35,70% de aproveitamento, e a canhotinha Leila foi eleita a melhor atacante da última rodada.

Bernardinho fez questão de lembrar a difícil partida final do Estadual para motivar ainda mais suas jogadoras. "O time de Campos nos deu muito trabalho naquela decisão. E nesta partida elas virão com tudo, já que tiveram derrotas surpreendentes no início da competição. Isso torna o time um adversário ainda mais perigoso", avaliou o treinador, que também não poderá contar com a líbero titular, já que Ricarda se recupera de um estiramento na coxa esquerda. A substituta será Marcela, eleita a melhor da posição na última rodada.

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias