UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

02/05/2006 - 17h01

Filho de Bernardinho é convocado para a seleção de novos

Da Redação
Em São Paulo
O levantador Bruninho, do Cimed, foi convocado nesta terça-feira pelo pai e técnico Bernardinho para defender a seleção brasileira de novos (sem a participação dos titulares) que disputará uma série de amistosos em maio e junho, na Europa e no Brasil.

CBV/Divulgação
Bruno levanta a bola para Sidão; os dois foram chamados por Bernardinho para a seleção
Aos 19 anos, o filho do treinador com a ex-jogadora Vera Mossa foi eleito o melhor levantador da Superliga masculina, em que sua equipe conquistou o título inédito nesta temporada.

"Se ele [Bernardinho] me chamou foi por merecimento, por competência. E sei que vou ser mais exigido do que qualquer outro", disse o jogador, consciente da pressão que carrega no sobrenome.

"Sei que haverá aqueles comentários: ele vai ter mais chance, o Bernardinho vai pegar mais leve com ele, ele está lá porque é filho do técnico", previu. "Mas meu pai é o maior técnico do Brasil, um cara vitorioso e, acima de tudo, ético o bastante para saber separar as coisas", opinou.

O técnico fez o mesmo discurso: "(Bruninho)Foi chamado por merecimento, pela Superliga que fez", avaliou Bernardinho. "É um jovem de potencial. Evoluiu muito na forma de se expor e de comandar uma equipe, sendo tão jovem. Demonstrou o seu valor", explicou.

"Acredito que agora sou o Bruno do Cimed sem nunca deixar de ser filho da Vera e do Bernardo. Mas como atleta estou criando minha identidade", completou Bruninho.

Essa é a primeira vez que Bernardinho e Bruno trabalharão juntos. E a
expectativa do filho é grande. "Vai ser ótimo", resumiu.

Além do filho do técnico, outro convocado da equipe campeã da Superliga foi o central Sidão, que é chamado pela terceira vez para defender a seleção brasileira.

Mais quatro jogadores foram convocados pela primeira vez: o levantador Luizinho (Telemig Celular/Minas), o ponta Samuel (Telemig Celular/Minas), o oposto Leandro (Telemig Celular/Minas) e o oposto João Paulo, da Unisul/Nexxera, que pediu dispensa por motivos pessoais.

"Convoquei alguns jovens nomes para dar espaço a eles", justificou Bernardinho. "Assim, poderemos, com o tempo, complementar a nossa base de campeões olímpicos. Neste período, teremos tempo de trabalhar essa garotada sem a participação dos veteranos".

Nesta quarta-feira, o elenco selecionado por Bernardinho será apresentado no centro de treinamento da Confederação Brasileira de Vôlei, em Saquarema (RJ). "Posso adiantar que parte desse grupo vai ficar aqui em Saquarema para treinar com a seleção principal em junho", avisou o treinador da seleção.

Hospedagem: UOL Host