UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/06/16/ganso-diz-querer-ficar-no-santos-e-novo-acordo-deve-sair-em-breve-diz-jornal.htm
  • Ganso diz querer ficar no Santos e novo acordo deve sair em breve, afirma jornal
  • 31/10/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Novo acordo com o camisa 10 prevê aumento no salário e captação de patrocinadores

Novo acordo com o camisa 10 prevê aumento no salário e captação de patrocinadores

16/06/2012 - 09h43

Ganso diz querer ficar no Santos e novo acordo deve sair em breve, afirma jornal

Do UOL, em São Paulo

Após duas propostas, negativas e atritos, enfim Santos e Paulo Henrique Ganso parecem estar perto de um acordo. Em entrevista ao jornal Lance!, o meia santista foi contudente e disse querer renovar seu contrato com Santos para melhorar suas condições. Atualmente, o camisa 10 recebe aproximadamente 150.000 reais de salário, valor bem inferior aos quase 3 milhões de reais que ganha Neymar (entre salários e patrocínios).

VEJA TAMBÉM

  • MURICY PEDE "TRÉGUA" PARA STAFF DE NEYMAR E AVISA QUE AGENDA COMERCIAL CAUSA DESGASTE

  • Junior Lago/UOL

    BORGES DEVE RECEBER NOVA CHANCE CONTRA O FLAMENGO

"Sim, quero renovar com o Santos. Tenho contrato até 2015, e renovar é para melhorar minhas condições. Se isso acontecer, vou ficar muito feliz, senão tem que dar continuidade ao trabalho"

A renovação de Ganso seria semelhante ao plano de carreira de Neymar. Além de um aumento em seu salário, a equipe santista passará a captar patrocinadores para o jogador, recebendo em troca valores no direito de imagem. No momento, Ganso detém 100% dos seus direitos. Se aceitar as condições, repassará 30% ao clube praiano. No pacote também estão inclusos cursos de idiomas e tratamento de imagem.

O tempo de contrato permanecerá o mesmo - até dia 28 de fevereiro de 2015, assim como a multa rescisória, que é de 50 milhões de euros. As conversas começaram há um mês e até o momento duas reuniões foram realizadas. Facilita a negociação o fato do clube estar falando diretamente com Papito, irmão do jogador, não havendo intermediação da DIS, grupo de investidores que administra a carreira de Ganso e que tem conflito com o Santos.

Segundo o vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues, faltam pequenos detalhes para a finalização das negociações. A previsão é de que o acordo possa ser selado após o confronto contra o Corinthians, na próxima quarta-feira. Os direitos federativos do jogador estão divididos entre Santos, 45% e DIS, 55%.

Placar UOL no iPhone