UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/01/11/irmaos-alecsandro-e-richarlyson-viram-alvo-de-brincadeiras-no-atletico-mg-muito-engracado.htm
  • Irmãos Alecsandro e Richarlyson viram alvo de brincadeiras no Atlético-MG e entram no clima
  • 21/08/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Alecsandro e Richarlyson dividem quarto e estão sempre juntos durante os treinos

Alecsandro e Richarlyson dividem quarto e estão sempre juntos durante os treinos

11/01/2013 - 06h01

Irmãos Alecsandro e Richarlyson viram alvo de brincadeiras no Atlético-MG e entram no clima

Bernardo Lacerda
Do UOL, em Vespasiano (MG)

Os irmãos Richarlyson e Alecsandro, que pela primeira vez jogarão juntos, tornaram-se centro das atenções neste início de pré-temporada do Atlético-MG. Os filhos do ex-ponta-direita Lela, que dividem o quarto na Cidade do Galo e são inseparáveis até durante os treinos, têm convivido com as brincadeiras dos companheiros, surpresos com a novidade.

Os dois treinaram juntos, pela primeira vez, na terça-feira passada. A cena foi recebida com surpresa por companheiros dos irmãos. O capitão atleticano Réver reconhece o caráter inusitado da situação e disse nunca ter atuado ao lado de dois irmãos.

O zagueiro atleticano admite que terá de se adaptar à novidade e até imagina a primeira briga entre os irmãos. “Muito engraçado, nunca tinha trabalhado com irmãos na mesma equipe, mas por enquanto está tudo bem. Vamos ver quando começarem os jogos como vai ser, quando tiver a primeira briga, vai ser diferente”, disse Réver.

Jô, que já trabalhou com dois irmãos fora do Brasil, aprova a convivência com a dupla no Atlético. “Para mim é inédito trabalhar com dois irmãos no Brasil. Fora trabalhei com os irmãos Touré (Yayá e Kolo, no Manchester City). É bom. Eles se entendem, têm brincadeiras sadias. Para o grupo vai ser muito bom ter duas pessoas de uma família. O Richarlyson é uma grande pessoa, e o Alecsandro estou conhecendo agora”, afirmou o atacante.

Os dois irmãos se mostraram inseparáveis nos primeiros dias de Atlético. Richarlyson e Alecsandro escolheram dividir o quarto do hotel no CT, durante o período de concentração da pré-temporada. Em campo, nos bate-bolas, ambos trabalham juntos, aquecem juntos. Um dos poucos momentos de separação foi na apresentação do centroavante, na quarta-feira.

Jô diz que nem Ronaldinho tem cadeira cativa e promete briga para seguir titular

  • Bruno Cantini/Site do Atlético-MG

    O atacante Jô procurou mostrar tranquilidade com relação à chegada do atacante Alecsandro, contratado para esta temporada. Apesar disso, o centroavante, vice-artilheiro do Atlético-MG em 2012 reconhece que terá de brigar pela posição de titular com o novo companheiro e não vê seu lugar guardado no time. “Nem o Ronaldinho Gaúcho tem cadeira cativa”, ressaltou. Para Jô, todos os jogadores atleticanos iniciarão a nova temporada precisando manter a posição de titular. “Apesar de ser o Ronaldinho, ele está com este pensamento, tem de lutar, meu pensamento é este”, afirmou o atacante, parceiro de Gaúcho dentro e fora de campo.

Alecsandro entrou no clima de brincadeira e disse que vem cobrando do irmão mais novo que seja bom anfitrião no clube mineiro. “Mais ou menos, ainda não (apresentou todos os novos companheiros). Ele está na obrigação, sou mais velho, eu falo com ele que ele tem de me esperar para ir”, afirmou o ex-atacante do Vasco.

“Ele tem obrigação de me ajudar, de me esperar, só agora, mais para frente vocês vão ver ele na frente e eu atrás, eu na frente e ele atrás, é só agora que vou ter de cobrar, pois sou mais velho”, acrescentou Alecsandro.

O centroavante foi um dos primeiros a brincar com o irmão, Durante a sua apresentação, Richarlyson prometeu aos novos companheiros pegar no pé de Richarlyson. Ao longo dos treinamentos e da concentração, a dupla tem sido alvo de gozações dos atletas, que “batizaram” o centroavante no vestiário, com direito a discurso.

O técnico Cuca reconheceu que comandar dois irmãos será novidade para ele, mas elogiou Alecsandro e Richarlyson. “Não me lembro de ter treinado um time com dois irmãos, é bom. São dois bons jogadores, profissionais. É um cara (Alecsandro) preocupado com a parte tática, líder. Jogando ou não, ele é importante, e o Richarlyson é um jogador polivalente, considerado titular”, ressaltou o treinador atleticano.

Richarlyson
Richarlyson

Placar UOL no iPhone