UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/04/26/dede-corre-o-risco-de-ter-de-esperar-um-mes-para-estrear-pelo-cruzeiro.htm
  • Dedé corre o risco de ter de esperar um mês para estrear pelo Cruzeiro
  • 24/10/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Dedé entrou na Justiça do Trabalho para tentar liberação para atuar pelo Cruzeiro

Dedé entrou na Justiça do Trabalho para tentar liberação para atuar pelo Cruzeiro

26/04/2013 - 06h00

Dedé corre o risco de ter de esperar um mês para estrear pelo Cruzeiro

Gabriel Duarte
Do UOL, em Belo Horizonte

Impedido de estrear pelo Cruzeiro, Dedé corre o risco de ficar um mês sem atuar. Caso o pedido de liminar do jogador, requerendo o direito de trabalhar, não seja julgado a tempo e o Cruzeiro elimine o Resende, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil, o zagueiro só deverá atuar na estreia do time celeste no Campeonato Brasileiro, em 26 de maio.

Na quinta-feira, Dedé entrou na Justiça do Trabalho para obter o desbloqueio dos direitos federativos e ser regularizado pelo Cruzeiro. A iniciativa era considerada a mais eficiente, já que o jogador não teve seus direitos transferidos por causa de dívidas do Vasco com a Fazenda Nacional.

Dedé entra na Justiça para driblar bloqueio e poder atuar pelo Cruzeiro

  • Washington Alves/Vipcomm

    O que era esperado nos bastidores foi consumado nesta quinta-feira. O zagueiro Dedé entrou na Justiça do Trabalho para obter o desbloqueio dos direitos federativos e reunir condições para atuar pelo Cruzeiro. A iniciativa se deu por conta da barração da transferência para o clube mineiro em razão de dívidas do Vasco com a Fazenda Nacional. Os representantes do camisa 26 decidiram tomar providências para viabilizar o direito do atleta em exercer a sua profissão independente do imbróglio envolvendo o antigo clube. Mas o zagueiro já não pode atuar no Campeonato Mineiro devido ao encerramento das inscrições. Inicialmente, a estreia só deverá ocorrer contra o Resende, em 1º de maio, pela segunda fase da Copa do Brasil.

O jogador, entretanto, corre o risco de não poder atuar. Caso o pedido não seja julgado rapidamente, o Cruzeiro não terá tempo hábil para regularizar o atleta, que precisa ter o nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Assim, Dedé não poderá estrear contra o Resende, na próxima quarta-feira, pela segunda fase da Copa do Brasil. Caso vença o time carioca por mais de um gol de diferença, o Cruzeiro eliminará a necessidade de fazer o segundo jogo e terá de esperar a definição do seu adversário nas oitavas.

Por causa das fases decisivas do Campeonato Mineiro, o time celeste não deverá ter jogos marcados pela Copa do Brasil, ainda em maio, o que fará Dedé apenas estrear na primeira rodada do Campeonato Brasileiro contra o Goiás, em 26 de maio, no Mineirão.

Dedé
Dedé

No Estadual, o zagueiro está impossibilitado de atuar porque que o prazo de inscrição se expirou. Na última semana, o Cruzeiro confirmou a contratação de Dedé. O clube celeste teria desembolsado R$ 14 milhões, dinheiro que o Vasco diz já ter usado quase completamente.

Caso não possa atuar, o último de jogo de Dedé terá sido o amistoso do Brasil com o Chile, na última quarta-feira, no Mineirão, que terminou empatado em 2 a 2. O jogador fez dupla de zaga com Réver, do Atlético-MG.

Placar UOL no iPhone