Topo

Fórmula 1

Alonso nega acerto com a McLaren: "Não quero lutar para estar entre os dez"

Andrej Isakovic/AFP
Fernando Alonso no treino para o GP da Itália; piloto compete pela Mercedes Imagem: Andrej Isakovic/AFP

Do UOL, em São Paulo

14/09/2017 10h12

Apesar de Bernie Ecclestone afirmar que Fernando Alonso vai continuar na McLaren, o piloto não confirma a confirmação de sua renovação contratual. De acordo com o espanhol, a Fórmula 1 não será uma opção caso ele não possa brigar por vitórias.

"Como eu disse, vou pensar sobre a melhor opção e, como também disse, qualquer que seja minha decisão, o que eu quero é ganhar. Não quero estar lutando para estar entre os dez, 15 primeiros. Estou estudando e analisando todas as opções e, como disse, a Fórmula 1 é minha prioridade e aguardarei para decidir se vou para outra categoria", disse Alonso, segundo reportagem do jornal espanhol "As".

"Ao mesmo tempo, quero dar mais tempo à minha equipe após os três anos, quero ser leal nesse sentido e não decidir nada até que eles tomem suas decisões. Eu quero esperar. Estou feliz", completou o piloto.

Ao longo das últimas temporadas, Alonso ficou insatisfeito com os motores Honda, que atrapalharam o desempenho da McLaren em várias oportunidades. Quando questionado sobre a influência da provável mudança para a Renault em sua decisão, o espanhol minimizou e voltou a afirmar que quer brigar por vitórias.

"Não sei se há uma mudança ou não. Depois que a equipe decidir, vou considerar as consequências positivas e negativas. O que sempre disse, não é novidade, é que a respeito da decisão que tomarei para o ano que vem eu não tenho a necessidade nem o desejo de lutar entre os dez ou quinze primeiros. Onde quer que eu vá no próximo ano, meus fãs vão ver Fernando Alonso ganhar novamente, e minha decisão vai girar em torno disso", declarou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!