Topo

Fórmula 1

Alonso zoa McLaren e Coulthard e se despede da F1 com "até logo" e elogios

Hassan Ammar/AP
Fernando Alonso chegou a estar em nono lugar, mas fechou o GP de Abu Dhabi em 11º Imagem: Hassan Ammar/AP

Do UOL, em São Paulo

25/11/2018 13h44

Fernando Alonso se despediu da Fórmula 1 neste domingo, com o 11º lugar no Grande Prêmio de Abu Dhabi. O espanhol, bicampeão mundial da categoria em 2005 e 2006, deu um show à parte em sua última prova e fez brincadeiras até com os mecânicos da McLaren e o ex-piloto David Coulthard, que participou da prova como repórter de TV. Alonso foi eleito pelo público como o piloto do dia e ganhou homenagens de Lewis Hamilton e Sebastian Vettel, os dois primeiros colocados da prova.

"Sentirei falta do Alonso, difícil falar isso de um competidor", disse o inglês da Mercedes, corroborado pelo alemão da Ferrari: "Vamos sentir falta. Ele merece os parabéns pela carreira que teve." Os dois haviam acompanhado o espanhol até a reta dos boxes, com brincadeiras na pista.

Alonso foi chamado por Coulthard para conceder entrevista ao lado de Hamilton e Vettel após o fim da prova. "Você entrará para o time de ex-pilotos agora", disse Coulthard, ao que Alonso respondeu: "Sim, você me verá neste time". "Vai continuar a visitar a Fórmula 1?", questionou  Coulthard. Foi aí que o espanhol brincou, como é seu estilo: "Sim, desde que eu não me torne comentarista (como Coulthard). Agradeço a todos, serei sempre um grande fã da Fórmula 1."

A pergunta de Coulthard sobre a frequência de Fernando Alonso na Fórmula 1 diz respeito a uma suspeita de pessoas do universo da categoria, de que o espanhol poderia voltar futuramente, em uma equipe com mais condições de disputar pelo pódio. Um adesivo nos boxes da McLaren reforçou a suspeita: "Hasta luego (até logo)".

Aliás, sobrou até para a equipe o bom humor de Fernando Alonso neste domingo. A cinco voltas do fim, o espanhol foi questionado via rádio se a equipe podia fazer algo para que ele tivesse potência suficiente para ultrapassar Kevin Magnussen e fechasse a prova em décimo lugar, somando um ponto. Alonso reagiu: "Eu tenho 1800 pontos, por quê vou querer 1801?". Na verdade, Alonso somou 1899 pontos na história da Fórmula 1.