Juiz relata palavrões de Autuori e arremesso de moedas na Arena da Baixada

Do UOL, em São Paulo

A súmula do árbitro Flavio Rodrigues de Souza pode complicar o técnico Paulo Autuori e o Atlético-PR pelos acontecimentos ocorridos durante o empate por 1 a 1 contra o Atlético-MG, neste domingo, na Arena da Baixada. O juiz relatou palavrões proferidos pelo treinador e arremesso de objetos por parte da torcida.

"Informo que aos 35 minutos do primeiro tempo o quarto árbitro me informou que o técnico da equipe do Clube Atlético Paranaense, o Sr. Paulo Autuori de Mello, reclamou de forma ostensiva contra a equipe de arbitragem dizendo as seguintes palavras: 'Vocês são uns m..., c..., não marca uma pra mim'. Dessa forma expulsei o treinador", relatou.

Autuori, porém, disse em entrevista pós-jogo que o quarto árbitro (Ronan Marques de Rosa) "faltou com a verdade". "Eu não xinguei a arbitragem. Ele já tinha dito que ia me expulsar", alegou o técnico do Atlético-PR.

A súmula ainda relata que Paulo Autuori deu continuidade às reclamações depois do duelo. "Informo ainda que este treinador nos esperou na zona mista dizendo as seguintes palavras com o dedo em riste para o quarto árbitro: 'Agora a conversa é de homem para homem', sendo contido pelos seguranças e polícia militar".

O árbitro Flavio Rodrigues de Souza ainda colocou no documento o arremesso de objetos no campo. "Ao final da partida, foi arremessado em direção ao quarteto de arbitragem 3 moedas de 0,25 centavos e uma revista de publicidade amassada", conta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos