Paulão esquece vitória do Inter e detona arbitragem: "Ridícula"

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

O Internacional venceu o Atlético-PR e assumiu a liderança isolada do Brasileirão, na abertura da quinta rodada, mas Paulão mandou tudo isso às favas. Logo após o apito final, nesta quarta-feira (1), o zagueiro e capitão do Colorado detonou a arbitragem de Wagner do Nascimento Magalhães.

"Arbitragem ridícula. Nunca vi isso. Não dá para falar nosso jogo, temos que falar sobre isso. É bem capaz que eu seja punido, mas tenho que falar. A gente não jogou futebol, nosso time não jogou no segundo tempo de tanta falta", disparou Paulão.

Além de faltas, o que irritou o Internacional foi o critério usado para distribuição de cartões. No total, o time da casa levou cinco (Paulão, Anselmo, Fernando Bob, Andrigo, Alex) amarelos e os visitantes apenas dois (Evandro, Eduardo).

O lance mais discutido do jogo, contudo, foi a favor do Inter. No final do primeiro tempo, o próprio Paulão subiu mais alto que a zaga do Atlético-PR e escorou para área. Vitinho completou após domínio de Gustavo Ferrareis e marcou o gol.

Paulo Autuori e todo o time paranaense reclamaram de falta de Paulão em Cleberson – que precisou de atendimento médico no campo e foi substituído logo depois.

"A gente não pode nem falar com o árbitro. Nós podemos ser punidos sempre e eles? A gente trabalha muito para jogar, fazer tudo certo, e acontece isso?", reiterou Paulão.

Com a vitória, o Internacional foi a 13 pontos. Na quinta-feira (2), torce para o rival Grêmio não vencer o Palmeiras, no Pacaembu. Assim, termina a rodada como líder isolado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos