Dorival critica investida de gringos para tirar L. Lima e Gabigol do Santos

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

Após a vitória do Santos contra o Sport por 2 a 0, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Dorival Júnior cobrou uma equipe forte para brigar por vaga na Copa Libertadores da América e até pelo título nacional.

Para isso, o treinador pediu o fim do assédio dos clubes de fora em relação aos seus principais jogadores – Gabriel Barbosa e Lucas Lima.

"Acho que primeiro o próprio posicionamento da diretoria de não vendermos a não ser que os jogadores estejam interessados e sejam pagas as multas. Que paremos com as especulações, que na verdade pouca coisa existe. A vontade do jogador de permanecer é importante. O Santos tem que se preocupar em reforçar, não ao contrário, em perder jogadores, se quiser conquistar um espaço dentro do cenário nacional, sul-americano, a chegada a uma Libertadores, é natural que tenha que se concentrar em fortalecer um elenco de qualidade", afirmou Dorival.

"Vejo por esse lado, cabe um posicionamento para que cortamos com isso, com essas especulações que serão crescentes daqui para frente. Os jogadores precisarão ter tranquilidade para desenvolver daqui para frente. Precisamos qualificar as nossas equipes, se perdermos os valores fica impossível montar uma grande equipe", completou.

Nesta semana, o UOL Esporte revelou duas fortes investidas de fora para tirar Gabigol do Santos. O camisa 10 recebeu uma proposta do PSG, da França, e ficou bastante tentado em jogar no clube francês. No entanto, a diretoria santista recusou uma oferta de 30 milhões de euros (R$ 117 milhões) e pediu 40 milhões de euros (R$ 157 milhões).

Se não bastasse, o clube chinês, Hebei Fortune, está disposto a pagar o valor acima da multa rescisória, estipulada em 50 milhões de euros, para contratar o camisa 10 do Santos. Eles ofereceram 5 milhões de euros a mais. Sendo assim, o valor total da transação giraria em torno de 55 milhões de euros (R$ 214 milhões). Além disso, os chineses subiram a oferta salarial de R$ 5 milhões para R$ 6,2 milhões por mês.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos