Centurión se irrita com alteração, mas é um dos mais utilizados por Bauza

Do UOL, em São Paulo

Durante o triunfo do São Paulo sobre o Vitória, uma cena chamou a atenção: ao dar lugar a Michel Bastos, Centurión deixou o gramado bastante irritado. A polêmica aconteceu aos 15 minutos do segundo tempo.

Ao deixar o gramado, Centurión socou o banco e passou a questionar a substituição: "por que eu?". Antes mesmo de o jogo acabar, o argentino vestiu o moletom e se dirigiu para o vestiário do São Paulo.

A atitude do atacante, no entanto, não preocupou o técnico Edgardo Bauza. Para o treinador, é bom que o jogador se irrite com a substituição.

"Me encanta que saia bravo. Não gosto que saia contente. Mas não falei com ele, não é hora. Amanhã falo com ele. Não tenho nenhum problema que ele saia bravo. Eu gosto", afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

A irritação de Centurión com Bauza pouco se justifica, no entanto. Ao lado de Matheus Reis, o argentino é o atleta mais escalado pelo treinador. A dupla foi titular em todos as oito rodadas do Campeonato Brasileiro.

Os números de Centurión na competição nacional, no entanto, não o ajudam. Além de não balançar as redes nenhuma vez em oito rodadas, o atacante também não deu nenhuma assistência para gol.

O argentino chegou ao São Paulo no início de 2015. De lá para cá, foram 72 partidas, com apenas oito gols marcados. Um ano e meio depois de sua chegada, Centurión ainda procura se firmar na equipe do Morumbi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos