Diego Souza critica arbitragem após derrota: "Difícil jogar assim"

Do UOL, em São Paulo

O meio-campista Diego Souza, do Sport, saiu de campo criticando a arbitragem do jogo contra o Palmeiras, na Ilha do Retiro, nesta segunda-feira (04). A reclamação se dá por causa do lance do gol do rubro-negro no 3 a 1. 

Para o camisa 87, o zagueiro colombiano Mina, que estreou pelo alviverde nesta rodada, acertou Rogério com o cotovelo e, por isso, deveria ter sido advertido. Na sequência da jogada, Gabriel Xavier balançou a rede. 

"Não tem condição. Eu falo, falo, falo… Eu estou no meu 14º Campeonato Brasileiro. Joguei no Brasil minha carreira toda, minha carreira foi feita toda aqui dentro do Brasil. A gente tem algumas situações em que gente entende de futebol. Por exemplo: o jogo pegado, a gente correndo atrás do resultado, (aí) o colombiano (Yerri Mina) deu uma cotovelada no Rogério dentro da área. Não sei se ele (Anderson Daronco, árbitro da partida) ia dar o pênalti - teve a vantagem e saiu o gol, mas houve a agressão. Nem comemorei o gol. Eu falei: houve a agressão. Infelizmente, ele não deu a falta", afirmou Diego Souza ao canal de TV por assinatura SporTV na saída do gramado.

 

Ao longo de sua crítica, Diego Souza criticou as escalas de arbitragens nos jogos do Sport. Para ele, a CBF coloca árbitros menos rigorosos nos jogos na Ilha do Retiro, mas deixam nomes mais jovens para as partidas da equipe fora de casa.

"Contra a gente, teve duas expulsões (Everton Felipe e Lenis) em lances muito mais tranquilos (na derrota para o Vitória por 3 a 2). Quando vem aqui, botam juízes metidos a experientes que não sentem a pressão da Ilha do Retiro. Quando a gente joga fora de casa, são juízes novos que sentem essa situação. É difícil realmente jogar em casa com esse tipo de arbitragem que tende a deixar as coisas acontecer. O Palmeiras está de parabéns, está fazendo uma linda campanha, mas o momento daquele lance (da falta de Mina) era nosso. De repente, a história do jogo muda nisso aí", discursou.

"A gente sabe como o Campeonato Brasileiro é difícil, a gente vem trabalhando bastante, trabalhando forte. Desde que o Oswaldo (de Oliveira) chegou, a gente tem feito bons jogos, mas infelizmente perido algumas partidas em alguns detalhes. Hoje, o Palmeiras é uma excelente equipe, mas infelizmente detalhes definem a partida. Aquele lance do gol de empate, o colombiano agrediu. (…) A gente tem sofrido bastante com esses detalhes do futebol", completou o meia do clube pernambucano.

Além de Diego Souza, o goleiro palmeirense Fernando Prass também tratou de reclamar da atuação de Anderson Daronco. "Também reclamei com ele (Daronco) no intervalo, que algumas faltas que ele deu não eram. O Sport caía muito, principalmente o Diego (Souza), que gosta de contato físico. Ele joga sempre segurando a camiseta; ele é malandro e tem experiência. Eles reclamaram, mas nós também", declarou.

Erik, Gabriel Jesus e Cleiton Xavier fizeram os gols do Palmeiras, líder isolado do Brasileirão, no duelo. Gabriel Xavier diminuiu a contagem. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos