Obrigação! Corinthians vê crise aumentar e precisa afundar Santa Cruz

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari/Folhapress

Só a vitória interessa. É obrigação. Precisa ganhar nem que seja de meio a zero. Faltam bordões para descrever a situação do Corinthians no jogo desta quarta-feira (12) contra o Santa Cruz, na Arena Pantanal, às 21h45, pela 30ª rodada do Brasileirão.

Muito pressionado e acumulando problemas dentro e fora de campo, a equipe paulista desafia um dos piores times do Brasileirão e sabe que só uma vitória melhorará o ambiente no CT Joaquim Grava. O jogo é cercado de problemas dentro e fora de campo e diversos elementos que pressionam a equipe paulista a sair com a vitória.

Mauro Horita/AGIF

Libertadores é obrigação

Já era assim antes mesmo de existir G-6. Agora, é ainda pior. Os corintianos já ouviram da diretoria que não podem deixar escapar uma vaga na Libertadores de 2017. O discurso foi repetido diversas vezes pelos jogadores e pela comissão técnica. Pela torcida então... A três pontos do Atlético-PR, o 6º colocado, a equipe precisa de reação imediata para minimizar o prejuízo desta temporada.

Adversário está para cair e joga fora de casa

Apesar de ter o mando de campo, o Santa Cruz optou por não atuar no Arruda. A diretoria da equipe vendeu o direito de fazer o jogo em Cuiabá. Por isso, um dos poucos temores dos adversários que enfrentam a equipe de Recife não existirá mais: o jogo vai ser na Arena Pantanal. Além disso, o time de Grafite e companhia está com remota chance de não ser rebaixado: está a 11 pontos do primeiro time que escaparia da queda. Para piorar, o time não recebe salários há três meses.

Campanha de Z4

O Corinthians não vence há seis jogos e nem mesmo marcou gol nas últimas quatro partidas. O péssimo desempenho coloca a equipe na 18ª colocação se considerado apenas o desempenho no 2º turno. São oito pontos conquistados em 30 possíveis. Só o Santa Cruz é pior: apenas cinco pontos conquistados.

Daniel Augusto Jr./Ag.Corinthians
Fábio Carille, técnico interino do Corinthians

Carille vê pressão aumentar

Com esperanças de dirigir o Corinthians pelo menos até dezembro, Fábio Carille começa a perceber que seus dias podem estar contados no comando. Oswaldo de Oliveira é o nome já acertado.

Episódio de briga aumenta tensão

Pode até ter sido entre os reservas, mas o noticiário corintiano na última terça-feira (11) foi dedicado quase que exclusivamente ao entrevero entre Vilson e Marciel. O zagueiro não gostou do jeito de marcar do volante e revidou com um soco. O jogador será multado. A diretoria tomou a atitude para tentar estancar os problemas decorrentes do episódio.

Vilson acerta soco em Marciel durante treino do Corinthians

Diretor avisou que vai sair

Perseguido por conselheiros e torcedores, o diretor-adjunto de futebol, Eduardo Ferreira, já avisou que vai deixar o cargo em dezembro. A saída só não será feita agora para evitar que o time fique ainda mais exposto em um momento de tensão. Roberto de Andrade já perdeu um diretor e um gerente de futebol este ano e está praticamente isolado no departamento.

FICHA TÉCNICA
SANTA CRUZ X CORINTHIANS


Data: 12 de outubro de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Carlos Henrique Alvez de Lima Filho (CBF)

SANTA CRUZ: Edson Kolln; Léo Moura, Danny Morais, Néris e Luan Peres (Vitor); Uillian Correia, Jadson e João Paulo; Arthur, Keno e Grafite
Técnico: Doriva

CORINTHIANS: Walter, Léo Principe, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Camacho; Marquinhos Gabriel (Lucca), Rodriguinho, Giovanni Augusto e Marlone; Guilherme
Técnico: Fábio Carille

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos