Fernandinho cita desgaste e chances perdidas ao explicar derrota do Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

O Grêmio abriu 2 a 0 antes do 20 minutos do primeiro tempo, mas perdeu para o Sport por 4 a 3 neste domingo (28), em Recife. Para Fernandinho, autor de dois gols, o time gaúcho perdeu chances para matar a partida quando estava bem no duelo. E sentiu grande desgaste pelo primeiro tempo intenso na Ilha do Retiro.

A derrota, de virada, tira o Grêmio da liderança do Campeonato Brasileiro.

"Entrosamento faz a diferença, mas nesse jogo não podemos dizer que foi isso a diferença. Tivemos chances para matar, não fizemos. Tomamos a virada e ficou difícil", disse Fernandinho na saída de campo.

Preservando titulares para o jogo da volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Fluminense, o Grêmio escalou reservas e jovens do chamado time de transição. Além disso, entrou em campo com esquema inédito no ano: 3-4-3.

A formação ajudou o Grêmio a surpreender o Sport no começo do jogo. Rápido no contra-ataque e bem fechado com uma linha de cinco sem a bola, o Tricolor foi perdendo força ofensiva ainda no primeiro tempo e na etapa final quase não atacou.

"Já estava bem no final da partida, pelo primeiro tempo e sua intensidade, o time ficou desgastado. Desgastamos bastante", comentou Fernandinho ao ser questionado sobre explorar às costas de Eugenio Mena, que foi expulso aos 38 minutos do segundo tempo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos