Mano assume culpa por derrota no Mineirão e vê justiça em vaias ao Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

Três dias depois de empatar com a Chapecoense e avançar às quartas de final da Copa do Brasil, o Cruzeiro foi derrotado por 2 a 0 pelo time catarinense, desta vez dentro do Mineirão. Jogo que valia a chance de terminar a rodada na liderança do Campeonato Brasileiro. Mas mesmo atuando diante da torcida, o time celeste não foi bem. E o técnico Mano Menezes assumiu a responsabilidade.

Numa noite de fraca atuação de muitos jogadores, o treinador eximiu seus comandados de culpa. "Penso que o Cruzeiro perdeu porque a Chapecoense jogou melhor. Quando vários jogadores não vão bem individualmente, o culpado é o treinador", disse Mano, que chegou a reconhecer que a Chape não teve pênalti marcado quando a partida ainda estava empatada em 0 a 0.

"Teve até uma penalidade para eles, que o juiz não marcou", admitiu o treinador do Cruzeiro, que tentou mexer no time, mas viu sua equipe tomar um golpe duro logo no primeiro minuto da etapa final.

"Voltamos par o segundo tempo com alterações que deram mais poder ofensivo, mas tomamos o segundo gol nos primeiros minutos e isso praticamente decretou o resultado. Aí faltou uma melhor organização para saber conviver com um 0 a 2 contra. Então, a gente fica chateado por causa das oportunidades que desperdiçamos. Terminamos o jogo muito conscientes de que não merecemos um resultado diferente".

Já com a derrota parcial por 2 a 0 e sem perspectivas de reação, os cruzeirenses começaram a vaiar a equipe. O meia Thiago Neves só foi um dos alvos, mas a insatisfação sobrou para todos. Gritos de "time sem vergonha" também fizeram parte do repertório do torcedor. Para Mano Menezes, tudo muito justo pelo pouco futebol apresentado pelo Cruzeiro.

"Todas as vaias que recebemos foram justas, não temos que reclamar. Quem veio, até pedimos que viessem, esperava uma atuação melhor da equipe, que não correspondeu. Nos vaiou e é justo".

Com a derrota o Cruzeiro deixa a terceira colocação e termina a quarta rodada no oitavo lugar. A chance de recuperar posições vai ser longe de casa. O próximo compromisso celeste pelo Brasileirão vai ser contra o Bahia, quinta-feira, na Fonte Nova, em Salvador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos