Grêmio pede adiamento de jogo com a Chapecoense por conta do mau tempo

Jeremias Wernek e Daniel Fasolin

Do UOL, em Porto Alegre e Chapecó

  • Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

    Grêmio não sugeriu nova data, mas topa jogar na quinta-feira em Chapecó

    Grêmio não sugeriu nova data, mas topa jogar na quinta-feira em Chapecó

O Grêmio protocolou pedido junto à CBF para adiar o jogo contra a Chapecoense, válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Motivo: o mau tempo em Santa Catarina, que mantém fechado o aeroporto Serafin Ennos Bertaso, em Chapecó. A partida está prevista para quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília).

A Chapecoense ainda não voltou para casa, após vencer o Cruzeiro em Belo Horizonte no domingo. A diretoria até cogitou encorpar o pedido do Grêmio, mas decidiu ser favorável a manutenção da partida.

Nesta terça-feira (6), a delegação deixou Campinas e rumou a Passo Fundo, no interior do Rio Grande do Sul. Por volta das 13h30, o voo da Chape arremeteu em virtude da neblina seguiu até Porto Alegre. Após o desembarque no aeroporto Salgado Filho, jogadores, direção e comissão técnica seguiram de ônibus até Chapecó. O Grêmio não irá pegar a estrada.

"Nós fizemos contato (com a CBF) e estamos aguardando uma posição. Não vamos colocar o time em risco para fazer uma viagem com as condições que aí estão. Chuva forte, estrada, neblina e serra para subir", disse Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio ao UOL Esporte.

Outro fator que fez o Grêmio bater pé sobre sua logística: a equipe de apoio do departamento de futebol, com seguranças e nutricionista, sofreu acidente pela manhã no deslocamento até Chapecó. Segundo o clube, o carro onde viajavam quatro funcionários do Tricolor e mais um coordenador de logística terceirizado capotou após cair em um buraco na estrada. Nenhum dos passageiros tem ferimentos graves e eles, informou a diretoria.

A CBF informou ao Grêmio que até às 18h desta terça vai definir se adia ou não a partida. Em virtude disso, o clube gaúcho manteve a programação original e depois do treino da manhã levou a delegação ao aeroporto Salgado Filho. Lá, jogadores, dirigentes e comissão técnica esperam condições de voo até Chapecó. Neste meio tempo, o clube também aguarda resposta da confederação sobre seu pedido.

O Grêmio não sugeriu nova data para realização do jogo, mas afirmou aos dirigentes da CBF que não se opõe em adiamento por 24h. Ou seja, com o jogo passando para quinta-feira (8). Na sexta rodada do Brasileirão, a Chapecoense visita a Ponte Preta e o Grêmio recebe o Bahia. Os jogos acontecerão domingo, às 16h, e segunda-feira às 20h, respectivamente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos