Coritiba se revolta com STJD e tentará recurso para Kléber encarar Grêmio

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Joka Madruga/Futura Press/Estadão Conteúdo

    Kléber foi suspenso

    Kléber foi suspenso

O Coritiba se revoltou com a suspensão preventiva de Kléber Gladiador imposta pelo STJD no final da tarde desta terça (20) pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e vai buscar um efeito suspensivo para que o atacante atue contra o Grêmio na quinta-feira (22) na partida em Porto Alegre. Além do rigor prévio da suspensão, o que revoltou a diretoria coxa-branca foi o fato da informação sair primeiro na imprensa enquanto o clube, até a manhã desta quarta, não havia sido notificado oficialmente.

"Não nos notificaram, deram a notícia para os jornais e não nos notificaram", reclamou o diretor institucional Ernesto Pedroso, que confirmou que o advogado Itamar Cortês viajará para uma sessão extraordinária do STJD em Goiânia para buscar o efeito suspensivo da medida. Habitualmente, o STJD se reúne no Rio de Janeiro. Enquanto isso, Kléber viajará para Porto Alegre com a delegação, com a expectativa de ser utilizado.

A medida do STJD tem base no artigo 35 do novo CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), reformado em 2009, cujo texto fala em "gravidade do ato infracional que a justifique mediante pedido da procuradoria". Pedroso admitiu que o histórico de Kléber pode ter pesado na decisão, mas lembrou que o jogador não tem se envolvido em polêmicas desde que chegou a Coritiba. "É um jogador viril, que joga assim, que por dois anos não teve suspensão. O calor da partida foi mais prejudicial ao juiz e afetou os atletas, tanto os do Bahia quanto os do Coritiba. Isso ninguém vê", disse, se referindo ao juiz do jogo, Wagner Reway.

"O Kléber é o capitão do clube, uma pessoal leal. Ele sofre mais faltas do que faz. Preventivamente é extremamente desnecessário. Como se ele fosse um bandido. Ele realmente tem um histórico polêmico, mas os companheiros e adversários respeitam ele. Tava passando um problema pessoal muito sério. Suspender preventivamente e ameaçar dar 12 partidas é um absurdo", queixou-se. Recentemente, Kléber esteve envolvido em uma disputa judicial pela guarda da filha, que foi obtida. Ele celebrou o feito em suas redes sociais.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos