"A derrota tem que doer", diz Roger Machado após novo revés do Atlético-MG

Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Pela terceira vez em sete rodadas o Atlético-MG saiu derrotado atuando no Independência pelo Campeonato Brasileiro. Sem conseguir melhor a campanha como mandante, o time alvinegro segue fora do G6, bem distante do objetivo traçado no começo da temporada, que era brigar pelo título da competição.

Já são quatro derrotas no Brasileirão, que deixam a equipe mineira distante dos líderes e fora da zona de classificação à Libertadores. Após o revés para o Santos, o técnico Roger Machado analisou o jogo como uma atuação aceitável do Atlético, mesmo sem sua equipe chutar a gol após Vanderlei se machucar, aos 31 minutos do segundo tempo.

"Não posso dizer que jogamos mal. Tivemos chances. A gente circulou a bola e não tivemos finalizações. Foi um erro dentro de campo, mas a derrota tem que doer. Não foi a produção e sim a falta de oportunidades. Um pênalti para cada lado desperdiçado, as mudanças para ter mais jogo e qualidade ofensiva. O Rafael, Robinho e Valdívia tentaram ajudar, mas a gente nos expõe ao contra-ataque. Temos que rever e avaliar para voltar a vencer".

Na opinião de Roger, não tem faltado empenho aos jogadores do Atlético. O treinador aponta a falta de equilíbrio como o fator determinante para o time não decolar na temporada.

"O sentimento também que amadurecer. Quando vamos engrenar uma sequência, temos um revés que joga desconfiança para o trabalho. Temos buscado o equilíbrio há algum tempo. Estamos tentando com jogadores diferentes, para encontrar o equilíbrio. Temos que encontrar alternativas, encontrei algumas defensivas. Se não dá dessa forma, temos que procurar característica de outros jogadores para voltar a vencer. Jogamos bem o clássico, tivemos uma má atuação na Libertadores e hoje jogamos bem. Quando há um revés, parece que o time não se esforça. Não falta força".

Nova derrota em casa e mais uma vez uma meta estipulada a curto prazo não vai ser cumprida pelo Atlético. Com três rodadas atuando no Horto, contra Santos, Vasco e Bahia, além da visita ao Atlético-GO, o Galo tinha como objetivo somar quatro vitórias, para encostar nos líderes do Brasileirão. Não vai ser possível. Na próxima rodada, neste domingo, o Atlético enfrenta o xará de Goiás, às 16h, no Estádio Olímpico de Goiânia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos