"Abel vai para o jogo na quarta", diz presidente do Flu após tragédia

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

O técnico Abel Braga comandará o Fluminense na quarta-feira (2), contra o Sport, às 19h30 (de Brasília), na Ilha do Retiro. A notícia foi confirmada pelo presidente Pedro Abad em entrevista coletiva nesta segunda-feira (31). O técnico, inclusive, dirige o treino do Tricolor na parte da tarde dois dias depois do falecimento do filho mais novo, João Pedro.

Antes da atividade, Abel reuniu o grupo no centro do campo por cerca de oito minutos. O treinador falou e foi aplaudido pelos jogadores ao fim do discurso.

Mais cedo, o UOL já havia antecipado a ideia de Abel de voltar o quanto antes ao trabalho. Comovido com o apoio de diretoria do clube e elenco, o treinador não queria abandonar seus "meninos".

"O Fluminense não tinha nenhuma pressa. O Abel ditaria o tempo. Ele sempre foi taxativo dizendo que seguiria o trabalho. Já vai dar o treino hoje [segunda-feira] e comanda o time na quarta. Sugeri que ele viajasse apenas no dia para o Recife e ficou de pensar", afirmou o mandatário tricolor.

Segundo relatos da família, João se sentiu mal quando preparava-se para tomar banho e acabou caindo da cobertura no Leblon - que tem uma janela considerada baixa. A Polícia realizou uma perícia no local, mas não divulgou resultados e detalhes oficiais. O treinador comandava uma atividade no CT do clube, sábado (29) quando foi informado da tragédia.

O estudante foi enterrado na manhã de domingo (30), no Cemitério Memorial do Carmo, no Caju, zona portuária do Rio de Janeiro. Alguns jogadores do Fluminense compareceram ao enterro para prestar solidariedade ao treinador, todos vestidos de preto, casos do atacante Henrique Dourado, do zagueiro Henrique, dos meias Gustavo Scarpa e Sornoza e dos goleiros Júlio César e Diego Cavalieri.

Além da presença de parte do grupo do Tricolor, o treinador também foi abraçado por pessoas como os técnicos Cuca e Jayme de Almeida, além do ex-lateral Branco e outros nomes do mundo da bola.

"É uma perda irreparável, um vazio que vai ficar para sempre. Como amigo venho para dar um carinho para o Abel, um grande irmão que tenho. Não há palavras agora, só afeto e carinho", comentou o ex-lateral.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos