Com lance polêmico, Corinthians empata no fim e estraga festa do Cruzeiro

Do UOL, em Santos (SP)

De ressaca por conta do título da Copa do Brasil, o Cruzeiro ficou bem perto da vitória na tarde deste domingo (1), no Mineirão. Porém, um gol de pênalti aos 38min de etapa final – convertido por Clayson – deu ao Corinthians o empate por 1 a 1, em jogo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Rafinha havia aberto o placar no começo do primeiro tempo.

O Corinthians poderia ter saído do Mineirão com a vitória, não fosse um gol de Balbuena anulado pelo assistente logo no começo da etapa final.

Com o resultado, o Corinthians vai a 55 pontos e amplia para oito a vantagem para o vice-líder Santos, que bateu o Palmeiras no último sábado. Já o Cruzeiro chega a 41 e fica com o quinto lugar da tabela.

Com a pausa no Campeonato Brasileiro por conta das Eliminatórias para a Copa do Mundo, Cruzeiro e Corinthians voltam a campo apenas no dia 11 de outubro. Enquanto o time mineiro visita o Grêmio na Arena Grêmio, a equipe alvinegra recebe o Coritiba na Arena Corinthians.

O melhor: Rafinha

PEDRO VALE/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDO
Não só pelo gol, mas foi do ataque cruzeirense quem mais deu trabalho para a defesa corintiana.

O pior: Jadson

Criou pouco e teve mais uma atuação apagada. Assim como já aconteceu anteriormente, acabou substituído já no intervalo por Marquinhos Gabriel.

Cruzeiro deixa Corinthians jogar após abrir o placar

Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
O Cruzeiro abriu o placar aos 19min de jogo após cruzamento de Diogo Barbosa e cabeceada certeira de Rafinha. Foi o suficiente para o time mineiro, que até então atacava o adversário com frequência, recuar e passar a apostar nos contra-ataques. O Corinthians, por sua vez, ganhou campo e terminou a etapa inicial com 59% da posse de bola, mas pouco assustou Fábio.

Mesma linha? Corinthians faz gol e assistente anula

O Corinthians poderia ter empatado a partida aos 3min do segundo tempo não fosse uma marcação polêmica da arbitragem. Balbuena aproveitou cobrança de Maycon na área e mandou de cabeça para as redes. O tento, porém, foi anulado pelo assistente, que alegou impedimento.Nas imagens da Rede Globo, porém, Léo aparece dando condições para Balbuena, que estaria na mesma linha do zagueiro. De acordo com Paulo César Oliveira, comentarista de arbitragem, o gol corintiano foi legal.

Corinthians chega a empate após gol de pênalti

Andre Yanckous/AGIF
O Cruzeiro ficou perto da vitória, mas um pênalti aos 38min da etapa final deu o empate ao Corinthians. No lance, Kazim cabeceou a bola e o árbitro marcou pênalti por conta da mão de Murilo. Clayson, que havia entrado há pouco, converteu e evitou a derrota corintiana.

Mudança de Carille mais uma vez surte efeito

Assim como fez no clássico contra o São Paulo, Carille apostou na mesma alteração durante o segundo tempo: saída de Gabriel para entrada de Clayson. E mais uma vez deu certo. O atacante, que havia marcado o gol de empate no fim de semana passado, participou do lance do pênalti (cruzou para Kazim) e ainda converteu a penalidade.

Mascotes e mascotinhos: festa antes do jogo

O pré-jogo no Mineirão foi marcado por festa e desfile com a taça de campeão brasileiro. Primeiro, torcedores mirins – os mascotinhos – posaram para foto com o troféu. Depois, foi a vez dos mascotes – Raposa e Raposinha – darem uma volta olímpica com a taça.

Chegada ao estádio um pouco diferente...

A delegação do Corinthians teve problemas para chegar ao Mineirão. O ônibus que deveria levar o elenco quebrou, e os jogadores tiveram de recorrer a serviços de vans e Ubers para chegarem ao estádio.

Patrocínio pontual mais uma vez

Corinthians e Cia do Terno seguem em negociação para o upgrade do patrocínio no espaço master até o fim do ano, mas a empresa fez novamente investimento pontual e hoje ocupou o peito da camisa corintiana pelo segundo jogo consecutivo.

CRUZEIRO 1 x 1 CORINTHIANS

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 01/10/2017 (domingo)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Cartões amarelos: Léo, Rafael Sóbis e Arrascaeta (Cruzeiro); Balbuena, Fagner, Romero e Guilherme Arana (Corinthians)
Gols: Rafinha, aos 19 min do primeiro tempo; Clayson, aos 39min do segundo tempo

CRUZEIRO
Fábio; Ezequiel, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Romero, Rafinha, Thiago Neves (Lucas Silva) e Alisson (Élber); Rafael Sóbis (Arrascaeta)
Técnico: Mano Menezes

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel (Clayson), Maycon (Camacho), Jadson (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho e Romero; Kazim
Técnico: Fábio Carille

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos