Rhodolfo e Vizeu dão entrevista juntos e encerram discussão: "Ficou pra lá"

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

Depois de protagonizarem uma ríspida discussão durante a vitória por 3 a 0 do Flamengo sobre o Corinthians, neste domingo (19), na Ilha do Urubu, o zagueiro Rhodolfo e o atacante Felipe Vizeu encararam juntos as perguntas dos jornalistas sobre o incidente e asseguraram que tudo já foi resolvido. Mesmo assim, os dois serão denunciados ao STJD. 

"Não estamos em uma fase muito boa. Precisávamos ganhar. Ninguém quer tomar gol, quer vencer, a torcida nos ajudou bastante e estávamos focados. Foi um erro de marcação nosso e discutimos para acertar. Tudo certo. Ganhamos, o que é mais importante", afirmou Rhodolfo.

Questionado se não houve excesso - os dois jogadores quase se agrediram antes de os companheiros apartarem; Vizeu ainda mostrou o dedo médio a Rhodolfo depois de fazer o gol em seguida -, Rhodolfo admitiu que "errou em parte".

"Normal, é o calor do jogo ali. É uma faisquinha pra dar a explodida. Errei em parte, sim. Quero vencer, cara. A torcida do Flamengo merece coisa melhor do que a gente vinha fazendo. Entrei em campo 100% focado na vitória, tentando o bem do Flamengo e acabou que dei uma exaltada. Mas quis o bem do clube", disse.

Rhodolfo ainda ressaltou o bom relacionamento que tem com o atacante. "Falei para o Vizeu no vestiário. Somos amigos para caramba, sempre o apoio muito. Falei até antes do jogo que ele iria fazer gol. Faz parte. Ele é novo ainda e tem muito o que aprender. Nós, mais velhos, tentamos ensinar algo para essa rapaziada", completou.

Vizeu endossou o discurso do companheiro mais experiente. "Como o Rhodolfo falou, na hora ali a gente não segura a reação. Claro que estou aprendendo, isso é normal. O que aconteceu já deixou pra lá, no vestiário a gente já conversou", comentou o atacante, repetindo que não há problema de relacionamento entre os dois. 

"Como sempre falo com ele, agradeço sempre. Pela liderança que tem, pelo jeito que ele me apoia dentro de campo. E a gente toma as atitudes. Normal. Estamos aqui no Flamengo para ganhar, com a pressão de ganhar esse jogo dentro de casa, com a torcida. Somos amigos", encerrou.

Apesar de demonstrarem que está tudo bem entre eles, o episódio acabará no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O procurador da entidade, Felipe Bevilacqua confirmou ao UOL Esporte na noite desde domingo, após a partida, que os atletas serão denunciados pelo episódio.  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos