Três vitórias e começo duro reforçam discurso do Inter: "temos convicção"

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação/SC Internacional

    Patrick marcou o primeiro gol na vitória do Internacional desta quarta-feira na Bahia

    Patrick marcou o primeiro gol na vitória do Internacional desta quarta-feira na Bahia

O Inter teve uma dura sequência no início do Brasileiro, e ainda assim está entre os primeiros na classificação. As três vitórias seguidas, a última diante do Vitória, por 3 a 2, somadas ao início da competição reforçam o discurso que apostou na convicção mesmo enfrentando turbulência.

Quando a pressão externa, e até de setores do próprio clube, solicitava mudança, o Inter optou por manter Odair Hellmann baseando-se no desempenho do time. A direção avaliava como totalmente satisfatório o que vinha sendo realizado no dia a dia e entendia que os resultados não ocorreram no início do campeonato por causa da difícil sequência.

O Inter chegou a começar uma partida entre os rebaixados, mas deixou a degola e já está presente na ponta de cima da tabela. A ascensão reforçou o discurso da hora ruim, repetido agora com momento positivo.

"Trabalhamos muito. Temos convicção do que fazemos. Os jogadores estão comprometidos. Não jogamos mais um jogo, trabalhamos para o jogo. Precisamos sempre focar no próximo. São dois campeonatos, um antes e outro depois da Copa do Mundo", disse o técnico Odair Hellmann.

Além do Vitória, o Internacional bateu Corinthians e Chapecoense. Agora, volta ao Beira-Rio para pegar o Sport no próximo sábado.

"Três vitórias seguidas não é toda hora. Temos que valorizar a entrega da equipe até o final, outra vitória no fim do jogo, mostra que o time tem personalidade, não desiste nunca, isso que nossa torcida quer do nosso time. É evidente que algumas coisas precisam ser corrigidas, mas isso fica para depois, hoje é comemorar a vitória e a subida na tabela", opinou o vice de futebol Roberto Melo.

A arrancada se deu sem qualquer mudança no comando técnico. A única alteração ocorrida em meio já a série de vitórias foi a troca no cargo executivo do futebol. Saiu Jorge Macedo e assumiu Rodrigo Caetano.

E a avaliação do Inter já no momento anterior era que os resultados não ocorriam por conta da série enfrentando rivais em um momento melhor. Os cinco primeiros jogos do Brasileiro colocaram o Colorado contra Bahia (vitória), Palmeiras (derrota), Cruzeiro (empate), Flamengo (derrota) e Grêmio (empate).

"Mesmo na sequência difícil, apresentamos performance. Talvez o Flamengo menos. Nos outros jogos, nós jogamos. E com desempenho, você está mais perto da vitória. Por isso trabalhamos. Estamos mais regulares. Este comprometimento de todos faz diferença no processo e não podemos baixar", completou Odair Hellmann.

O Internacional soma 14 pontos na classificação. Contra o Sport, o Colorado pode ter a volta de Leandro Damião e Iago.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos